A vida e suas infinitas possibilidades
  • CONHEÇA O BUDISMO

A vida e suas infinitas possibilidades

Tudo que há de bom na vida está concentrado no momento presente

Estar vivo requer um espírito guerreiro momento a momento para vencer a negatividade e fazer florescer a felicidade. O budismo ensina que a todo instante tudo pode ser transformado. Essa certeza de que a situação atual, por mais desesperadora que seja, pode mudar está embasada no princípio budista “tempo sem início”, kuon ganjo em japonês.


Ao pé da letra:


Literalmente, kuon significa “remoto passado” e ganjo “começo” ou “fundação”. Esse termo aparece no escrito de Nichiren Daishonin “O Princípio Místico da Verdadeira Causa”. Para Daishonin “tempo sem início” significa a lei eterna do Nam-myoho-renge-kyo e o estado original da vida que incorpora o estado de buda.


Num de seus artigos, o presidente da SGI, Dr. Daisaku Ikeda nos orienta dizendo: “Nossa existência, nossa vida diária e a sociedade estão sujeitas a uma incessante mudança. Tudo muda para melhor ou para pior; não há meio-termo. Portanto, a fé e a religião são uma batalha espiritual de vitória ou derrota — uma luta que devemos vencer. É o que diz o filósofo britânico Thomas Carlyle: ‘O ser humano foi criado para lutar’”.


Há uma cena famosa do filme de Charles Chaplin - Luzes da Ribalta, em que o personagem de Chaplin encoraja uma jovem que havia perdido a esperança de viver. Ele diz à jovem que ela tinha de lutar pela própria vida: “Pense no poder que há no universo — que move a Terra e faz as árvores crescerem. Esse mesmo poder existe em você, basta que tenha coragem — e o desejo de usá-lo!”.


“Pense no poder que há no universo”. Esse poder é uma força imensa capaz de criar, recriar, transformar tudo a qualquer momento. Essa energia — difícil de imaginar de tão grande — está aí, em você, o tempo todo; nunca teve início e nem terá fim: sempre existe no grau máximo e abarca o universo inteiro. Isso significa que “tempo sem início” não diz respeito ao tempo, mas à energia infinita que há em você e em tudo, concentrada a cada momento.


O presidente Ikeda afirma: “‘Tempo sem início’ é sinônimo de ‘vida sem início nem fim’. Não se refere à dimensão do tempo, mas sim à mais recôndita verdade da vida — de fato, corresponde à vida do universo em si, que prossegue sua atividade sem início ou fim”.


Mesmo nós pessoas comuns podemos manifestar aqui e agora uma enorme força transformadora. Basta despertarmos para a realidade máxima de que não há beco sem saída para quem recita com ardente confiança o Nam-myoho-renge-kyo.


Nós não nos tornamos seres especiais que emanam luz, mas apenas que nos libertamos das artificialidades e experimentamos uma alegria sem limite ao mesmo tempo em que ajudamos as pessoas à nossa volta. Josei Toda afirmava que nos tornamos extraordinárias pessoas comuns.


Quando se enfrenta situações muito difíceis, é comum projetar o sofrimento para todo o futuro e trazer à tona tudo de ruim do passado. Pensar assim não transforma o destino; apenas piora as coisas. A forma mais sábia de reagir é basear-se nas possibilidades de mudança e não no rigor da dificuldade atual, afinal a essência fundamental da sua vida é “alegre, pura, brilhante e harmoniosa”. Ao abrir os olhos para essa verdade, jorra da vida infinita energia e alegria.


O presidente Ikeda ensina: “Uma ‘pessoa comum iluminada desde o tempo sem início’ significa aquela que despertou para a essência fundamental de sua vida, a qual sempre existiu desde o tempo sem início. O presidente Josei Toda caracterizava o ‘tempo sem início’ como ‘alegre, puro, brilhante e harmonioso’”.


Viva de forma prazerosa e fiel a seus propósitos


A mais gratificante forma de viver é ter total esperança e confiança de que você pode recriar seu destino do ponto em que está. Você não espera as coisas mudarem para ser feliz mas experimenta a felicidade agora e, a partir dela, inicia a mudança da situação:


Este momento é o “tempo sem início”’. Tudo começa a partir de agora. O passado já não existe. O futuro ainda não chegou. Tudo o que existe é o momento presente. E num piscar de olhos, o presente se torna passado. [...] [A vida] não existe em nenhum outro lugar além deste momento. Nós experimentamos a felicidade e a infelicidade apenas neste instante.


A grandiosidade e o poder máximo da vida são experimentados no cotidiano, aqui e agora. Quando se diz que não há início nem fim significa que tudo de maravilhoso que pode acontecer, deve acontecer agora. Esperar por um “início” ou trabalhar para chegar num “fim” gera mais ansiedade que felicidade. Tudo que há de bom na vida está concentrado no momento presente, no aqui e agora.


O modo de vida ensinado na SGI abarca o “tempo sem início” e inclui viver sem vaidade, em meios das pessoas comuns, permanecendo ao lado delas no sofrimento e na alegria; é uma vida prazerosa na qual se tem orgulho de ser quem se é. Na qual recitamos daimoku com júbilo desejando que todas as pessoas também despertem para o “tempo sem início”.


O presidente Ikeda, o mestre do kosen-rufu, é o modelo de pessoa comum, do povo, iluminado pelo “tempo sem início. Ele demonstra no caráter a capacidade de cada pessoa transformar toda e qualquer realidade.




Fonte:


www.nichirenlibrary.org

Terceira Civilização, ed. 440, abr. 2005

Brasil Seikyo, ed. 2314, 5 mar. 2016, p. B4

Terceira Civilização, ed. 433, set. 2004, p. 18

Brasil Seikyo, ed. 2315, 12 mar. 2016, p. C2


TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;