As principais mudanças são silenciosas
  • CONHEÇA O BUDISMO

As principais mudanças são silenciosas

Olhe para a sua vida de um novo ângulo

Muitas vezes nos apegamos aos problemas ou situações momentâneas e dificilmente conseguimos olhar para eles de uma outra perspectiva. Sempre nos sentimos incomodados e estamos dispostos a fazer qualquer coisa para "resolver" o mais rápido possível. O que nem sempre é um atitude sábia e o resultado é a angústia. 


No budismo aprendemos que quando passamos por isso, estamos na verdade manifestando uma “maldade fundamental” que existe em nossa vida. E a única função dela é lançar nosso olhar para a questão fundamental que se encontra na raiz dos nossos problemas. 


Esse é um processo muito pessoal, mas que vale a pena você começar! No budismo ele é conhecido como revolução humana, onde por meio da observação e esforço para mudar uma falha básica que impede o nosso crescimento pessoal, conseguimos transformar todos os empecilhos gerados por ela em fonte para o desenvolvimento de uma personalidade única.  


Podemos  pensar que têm muitas falhas, mas em alguns casos essas falhas se originam de uma falha fundamental — por exemplo covardia, grosseria, ou sentimentalismo, ou um temperamento ríspido, e assim por diante. 


Devemos nos conscientizar dessa falha fundamental em nossa vida, orar com toda a sinceridade e agir cuidadosamente para superá-la. Não conseguiremos nenhum progresso enquanto apenas levarmos a vida sem objetivos. A prática é o que importa. Se pudermos superar a nossa falha fundamental, até mesmo as tendências que antes considerávamos como fraquezas serão iluminadas como força.


Budismo é ação. Muitos têm uma imagem do budismo como uma religião passiva e inativa, mas desde a época de Shakyamuni a ação é a verdadeira essência do budismo. A ação compreende o pensamento e também a autorreflexão. A existência simultânea da ação e da quietude é a verdadeira essência do budismo.


Nossa voz ao recitar Nam- myoho-renge-kyo com o objetivo de criar valor em tudo o que realizamos em nossa vida nos direciona a ação com sabedoria. Tão escassa na sociedade de hoje.  É por isso que orar é tão importante e é tão vital engajar-se em diálogos com os outros. 


Nichiren Daishonin nos disse que o benefício da recitação do daimoku é vasto como o oceano, tão valioso quanto o ouro e a prata, e tão radiante quanto o Sol e a Lua. Uma vez que estivermos convictos disso e permitirmos que uma firme convicção preencha nosso espírito, então, de acordo com o princípio dos “três mil mundos num único momento de vida” (ichinen sanzen), esse benefício se propagará até abarcar todo o universo.


As principais mudanças são silenciosas e mesmo que neste momento as coisas não estejam acontecendo da maneira como você gostaria, é importante continuar. Não esmorecer e olhar para o aspecto positivo disso. Se tudo estivesse tranquilo você não estaria se movimentando, usando a sua criatividade e muito menos preocupado em como poderia fazer tudo de um jeito melhor. 


Por isso, persista! E não se esqueça que conseguir mudar o seu ponto de vista sobre os problemas já é algo extraordinário e um grande benefício da prática do Nam- myoho-renge-kyo.

Fonte: Brasil Seikyo, Ed. 2408, 24 fev 2018/Caderno BS Jovem
TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;