Benefícios, vida diária e criação de valores
  • CONHEÇA O BUDISMO

Benefícios, vida diária e criação de valores

Criar valor é sentir satisfação máxima a cada momento; é transformar o negativo em positivo e ser feliz aqui e agora!

vamos entender melhor: o que é criar valor?

Resumindo, criar valor é sentir alegria e satisfação em tudo que faz. O budismo existe para transformar a vida de seus praticantes. Não é uma religião abstrata nem vive de teorias. Ensina a alcançar a felicidade e capacita seus praticantes a erradicarem a doença, a dificuldade econômica, a desarmonia familiar e assim por diante.


Criar valor é a conduta humana

Criar valor é ter respeito à vida. Ao acreditar na dignidade absoluta da vida, seu comportamento será humano, gentil, criativo, focado no diálogo e no respeito ao meio ambiente.

“Criar valor” é sinônimo de benefício. Diante da vida, você não cabe em si de contente. Mesmo em momentos cruciais, encara a realidade num estado de vida elevado, se fortalece e transforma as situações.

O nome da nossa organização, Soka Gakkai, surgiu de um diálogo entre o presidente Josei Toda e seu mestre, Tsunesaburo Makiguchi. Toda se comprometera a publicar o livro de seu mestre com seus conceitos educacionais revolucionários. Perguntou-lhe qual seria o objetivo maior de sua teoria. Makiguchi respondeu-lhe: ‘criar valor’. Então, Toda sugeriu que esse deveria ser o nome do livro e, mais tarde, o nome da organização.



Mestre e discípulo, a força vital da vitória

A Soka Gakkai é uma organização que capacita seus integrantes a tornar a vida valorosa. É um mundo criativo e caloroso no qual a fé é aplicada na vida diária.

A maior fonte de criação de valores é a unicidade de mestre e discípulo. O mestre é a referência, o modelo humano correto no qual o discípulo se inspira e segue fielmente. Ao agir assim, o discípulo faz tudo à sua volta ser benéfico; nada mais diminui sua força vital. Os desejos mundanos, que seriam a fonte dos malefícios, são convertidos em iluminação.



Vença agora!

Felicidade, benefício, transformação. Tudo isso está ao seu alcance. O presidente Ikeda explica: “Realidade é realidade, e teoria é teoria. Vida é realidade. O foco do budismo encontra-se no aqui e agora. Nós praticamos a fé para vencermos agora. [...] Alguns podem pensar que seja uma frivolidade falar sobre receber benefícios na vida presente, mas uma religião que não transforma a vida das pessoas não tem força. Criar valor na vida diária é a essência do Sutra de Lótus”.


Disposição de lutar

A prova de que o budismo é transformador deve ser você mesmo. A fé budista o conduz a ter a seguinte disposição: “Olhem a minha vida. Inspirem-se no meu exemplo! Enfrento problemas com alegria, oro seriamente e supero um por um. Fico entusiasmado diante dos desafios e não corro deles: transformo-os!”.


Mente nublada, soluções desastrosas

Diante de uma dificuldade, a mente nubla, o coração acelera e você perde a vitalidade. Os instintos primários vêm à tona e o desespero por sobrevivência suga sua sabedoria. Você toma atitudes baseadas nas tendências cármicas. Viver assim é criar o antivalor no qual problemas geram medo e o medo produz soluções desastrosas.


Mente iluminada, soluções criativas

Recitar com vigor e alegria o Nam-myoho-renge-kyo e praticar o shakubuku são o meio eficaz que quebra a espiral de negatividade criada pelo medo. Ao iluminar sua vida, você tem lucidez para encarar um desafio com entusiasmo e criatividade. Você analisa o problema com elevada sabedoria e despede de si a tristeza, se enche de júbilo e muda a realidade.


Ser feliz, aqui e agora

Um budista da SGI é feliz enquanto vive. Tudo que acontece é encarado e resolvido com firmeza de ânimo e serenidade de alma. Se você não sente alegria quando está diante de um problema, não sentirá depois. Criar valor é sentir satisfação máxima a cada momento. Criar valor é ser feliz; aqui e agora! O que causaria impacto negativo, passa a ser algo valoroso, rico em oportunidades.


Esperança ilimitada

Portanto, a fonte da criação de valor é a fé. Porque “fé significa ter uma esperança ilimitada. Independentemente das circunstâncias serem boas ou más, mesmo que pareça lutar uma batalha perdida, deve se levantar convicto de que não será derrotado e, a partir daí, mostrar claramente a prova real do ilimitado potencial da Lei Mística. Esse é o verdadeiro propósito da fé! Sem dedicarmos todo nosso ser à criação de algo a partir do nada, não conhecemos o que é a fé genuína. O intenso desafio de criar valor, transformar a perda em ganho, o mal em bem, a mesquinhez em beleza. Esse é o espírito Soka. Isso é fé”.


Exemplo de um menino de seis anos

Criar valor é fazer sua vida brilhar e motivar todos à sua volta. Um exemplo é um menino de seis anos de Kansai, no Japão, foi acometido de um tumor nos olhos. Ele perdeu a visão e o globo ocular foi extraído. A família e o menino jamais desanimaram e basearam tudo na ardente prática da fé. A cirurgia de restauração foi bem sucedida e há pouco mais de um mês, o menino participou de uma grande reunião de jovens em Kansai. Ele subiu ao palco com seus pais e tocou tambor e falou com energia: “Eu não tenho mais minha visão, mas eu tenho minha missão. Garanto que vou me tornar uma pessoa que encoraja outras!” Reuniu mais energia ainda e bradou: “Eu também estou lutando! Membros da Divisão Masculina de Jovens, mais energia! Vamos lutar também.”


Conclusão: ilumine seu mundo interior

“Sentimo-nos felizes quando criamos valor. O propósito do Sutra do Lótus é nos capacitar a desenvolver em nosso mundo interior a grande força vital para criarmos valor independentemente das circunstâncias em nosso mundo exterior. É isso o que chamamos de fazer a revolução humana”, finaliza o presidente Ikeda.


Fonte: Brasil Seikyo, ed. 2.154, 3 nov. 2012, p. A4
TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;