Dois tipos de benefícios
  • CONHEÇA O BUDISMO

Dois tipos de benefícios

Nesta passagem extraída e adaptada do volume 8 do romance Nova Revolução Humana (p. 55 e 56), o autor, Dr. Daisaku Ikeda, explica a diferença entre benefícios perceptíveis e benefícios imperceptíveis

Ele [Shin’ichi, pseudônimo do presidente da SGI, Daisaku Ikeda] agradeceu inicialmente pelo esforço de comparecerem à reunião geral vindos das várias ilhas de Amami, discorreu sobre a veracidade do Budismo Nichiren citando algumas passagens dos sutras e explicou sobre os benefícios da prática.

— Existem dois tipos de benefícios. Os resultados da prática da fé que aparecem de forma imediata e visível aos nossos olhos são chamados de benefícios conspícuos ou perceptíveis. O outro tipo, principal, é chamado de benefícios inconspícuos ou imperceptíveis e nos oferece a felicidade mais efetiva, embora não seja aparentemente visível. Há casos em que uma pessoa consegue curar-se de sua doença por meio da prática da fé, arrumar um novo emprego ou melhorar as condições financeiras. Esses são os benefícios perceptíveis. Se existissem benefícios que caíssem do céu sem nenhum esforço da nossa parte, seriam, na verdade, malefícios que apenas degenerariam o ser humano. Por essa razão, o budismo dá ênfase aos benefícios imperceptíveis. Para ser mais claro, citarei o exemplo de uma árvore. Quando a observamos todos os dias, não percebemos nenhuma mudança, embora ela esteja crescendo. Somente depois de um período mais longo temos a noção do seu crescimento. Da mesma forma, quando persistimos na prática da fé por dez ou vinte anos, percebemos que conseguimos transformar o carma negativo, que acumulamos boa sorte e desfrutamos benefícios na vida diária. Essa condição de vida é resultado dos benefícios inconspícuos, imperceptíveis, e eles constituem os verdadeiros benefícios da prática do Budismo Nichiren.

A maioria pensava que os benefícios eram apenas do tipo conspícuo, que todos percebem em pouco tempo. Por isso mesmo ouviram atentamente as explicações de Shin’ichi, o qual falou sobre os dois tipos de benefícios justamente para que estabelecessem uma visão correta sobre a prática budista.

— Em outras palavras, os benefícios inconspícuos referem-se ao ato de estabelecer uma indestrutível condição de felicidade ao evidenciar a energia vital e a sabedoria com base na prática diária, polindo ao mesmo tempo o próprio caráter e realizando a revolução humana. Por essa razão, espero que todos aprimorem sua vida vivendo em prol do kosen-rufu junto com a Soka Gakkai da mesma forma como uma árvore estende suas raízes com toda a perseverança para alcançar um frondoso crescimento. Se os senhores persistirem na prática por dez, vinte ou trinta anos, conquistarão, com toda a certeza, uma vida de felicidade nunca antes imaginada.

(...)

— Quero dizer a todos que a felicidade deve ser conquistada por nós mesmos, sem esperar que os outros nos façam felizes. Não será o governo e a política que proporcionarão a nossa felicidade. Ela depende unicamente da nossa determinação e do fervor da nossa prática. Espero que os senhores abram valentemente o caminho para a suprema felicidade.

 

TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;