Mandar mensagem é bom, mas nada substitui o encontro
  • CONHEÇA O BUDISMO

Mandar mensagem é bom, mas nada substitui o encontro

Encoraje cada pessoa como se fosse única

Áudios, figurinhas, memes, são quase indispensáveis nas nossas conversas de hoje pelo celular. É divertido e sem dúvida uma maneira de estarmos sempre junto de nossos amigos e familiares. 


Mas há quanto tempo você não dá um abraço daqueles nos seus pais ou amigos? 


A sincera ação de se encontrar com as pessoas e oferecer palavras de incentivo, em muitos casos, modificam a direção em que estavam fadadas a seguir.


O grande empreendimento do budismo da SGI é a construção de um mundo melhor, que foque no valor da vida de todos os seres — Entretanto, esse grandioso objetivo se inicia a partir do instante em que se cultiva a empatia pelo sofrimento da pessoa que está à sua frente, incentivando-a com habilidade e o sincero desejo de extrair seu sofrimento.


“A voz executa o trabalho do Buda” (GZ, p. 708), essa é a mais elevada convicção de Nichiren Daishonin. Não poupar a voz não se refere à intensidade ou ao volume, mas à voz do encorajamento, da alegria, da honestidade e da sabedoria para despertar no outro extrema coragem, convicção e confiança.


E todos, sem exceção, têm a capacidade de proporcionar palavras de encorajamento àqueles ao redor.


Encorajar cada pessoa como se fosse única. É por meio da voz que o sincero desejo pela felicidade do outro é expresso. Quando as palavras estão imbuídas de sinceridade, elas podem absolutamente transformar o coração das pessoas e enchê-lo com energia e alegria. Assim como afirmava o famoso escritor americano Dale Carnegie: “O entusiasmo contagia”.


Brasil Seikyo, Edição 2414, 07/04/2018, pág. A7 / Novos Membros


TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;