O grande voto do Buda de conduzir as pessoas à felicidade
  • CONHEÇA O BUDISMO

O grande voto do Buda de conduzir as pessoas à felicidade

O desejo do Buda e também a determinação de seus discípulos

“Mai ji sa ze nen. I ga ryo shu jo. Toku ny mu jo do. Soku jo ju bu-shin”: Medito constantemente: Como posso conduzir as pessoas ao caminho supremo e fazer com que adquiram rapidamente o corpo de um buda?


A frase “Medito constantemente” se refere especificamente ao Buda Shakyamuni, e em sentido geral aos seres dos Dez Mundos (todos os seres humanos) que estão sempre pensando no kosen-rufu, pois a determinação benevolente delas é a mesma do Buda.


O presidente da SGI, Daisaku Ikeda, explica que avançar pelo “supremo caminho” do Buda significa compartilhar o “pensamento constante” de que todas as pessoas podem atingir a iluminação. O “supremo caminho” é uma expressão oposta ao “caminho limitado”. Representa uma forma de vida embasada na filosofia insuperável da ilimitada felicidade.


Segundo o presidente Ikeda, “Aqueles que se dedicam pela felicidade das pessoas com o mesmo espírito do Buda e que lutam para vencer as forças que procuram obstruir sua felicidade são, sem dúvida alguma, seus emissários, filhos do Buda”.


Colocar em prática o trecho “Medito constantemente: Como posso conduzir as pessoas ao caminho supremo e fazer com que adquiram rapidamente o corpo de um buda?” é o voto do Buda e também a determinação de seus discípulos.


Para os integrantes da SGI, “meditar constantemente” é buscar a felicidade das pessoas, a prosperidade social e a paz mundial.


O buda Nichiren Daishonin assegura que não somente ele mas também os seus discípulos possuem uma ilimitada benevolência dentro de si. Ao recitar o Nam-myoho-renge-kyo ao Gohonzon e agir corajosamente pelo bem do local onde vivem as pessoas desenvolvem a mesma elevada condição de vida de Nichiren Daishonin.


Quando as pessoas oram pela felicidade dos vizinhos, ensinam o Budismo Nichiren e incentivam as pessoas visando ao desenvolvimento delas estão “meditando constantemente”, tal como o Buda.


Fonte:
Brasil Seikyo, ed. 1.920, 15 dez. 2007, p. A8
TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;