O ponto mais importante para a vitória total
  • CONHEÇA O BUDISMO

O ponto mais importante para a vitória total

Presidente Ikeda ensina o ponto central para transformar a vida num castelo da fé, da vitória e da coragem

Em fevereiro de 1978, o presidente Ikeda percorria de carro a região de Arakawa e sentia uma grande nostalgia, seu coração ficou cheio de saudades. No verão de 1957, 21 anos antes, ele, um jovem de 29 anos, havia liderado uma vitoriosa campanha de shakubuku naquela localidade.


A vida do Mestre

“Havia muitos prédios ao lado da principal avenida e a paisagem do bairro tinha mudado significativamente. Mas ainda permaneciam alguns edifícios expressivos da época e ao observá-los pela janela do carro Shin' ichi relembrou emocionado aqueles dias.”


Arakawa

O Centro Cultural de Arakawa era uma construção de paredes brancas e pelo atual estágio da obra, já se podia visualizar sua imponente estrutura.


Castelo do povo

“— Ele será um centro cultural extraordinário. Será um grandioso “Castelo do Povo” no bairro do povo, não é mesmo?”, — vendo a construção, o presidente Ikeda comentou isso com o líder que o acompanhava no carro. Então, o líder lhe comunicou: “— Sensei, os membros de Arakawa estão se dedicando ao máximo com toda a alegria na expansão do diálogo sobre o budismo decididos a comemorar a conclusão das obras do Centro Cultural por meio de uma estrondosa vitória na concretização do shakubuku.”


O MESTRE DISSE:

“— Fico muito feliz. É por meio da construção do “Castelo da Fé”, do “Castelo da Coragem” e do “Castelo da Vitória” na vida de cada companheiro que as obras de um novo Castelo do Kosen-rufu são verdadeiramente concluídas. A vitória da Gakkai não existe sem a vitória na vida de cada um. As sedes da Soka Gakkai são “quartéis-generais” do kosen-rufu. Não são palácios. Elas existem para coordenar a batalha do kosen-rufu. Por isso mesmo, o que mais adorna e congratula dignamente a conclusão das obras de um “quartel-general” é o resultado de vitória na batalha. Desejo sinceramente que os companheiros de Arakawa façam ecoar sem falta a canção do triunfo do povo. Porque aqui é o local em que edifiquei o modelo do kosen-rufu dedicando a minha alma.”


Sua vitória

Kosen-rufu não é a vitória da organização, mas é a vitória de cada um. A sua vitória pessoal, familiar e social é, em si, o kosen-rufu.

Qual é a força motriz?

Então, o líder que o acompanhava perguntou: — Em 1957, na campanha de verão, o senhor liderou a organização de Arakawa e, em apenas uma semana, conseguiu concretizar mais de 200 shakubuku, o que ultrapassava a marca dos 10% do total de famílias dessa organização.

Qual foi a força motriz dessa luta?

O presidente Ikeda respondeu:

— É o ichinen (a determinação) de fazer todos, sem exceção, felizes. Ele continuou:

— Naquela época, todas as pessoas eram pobres e pesavam sobre elas sofrimentos como desemprego e desarmonia familiar; pareciam sufocadas pelos infortúnios de seu próprio destino.

— Não havia outro caminho para vencer essas adversidades e transformar suas circunstâncias a não ser cada um se conscientizar da sua missão de bodisatva e provocar a batalha do kosen-rufu . E foi exatamente isso que eu falei para cada companheiro em todas as oportunidades de encontro. O tempo era curto, mas todos oravam com seriedade.

O mais importante

— Ninguém lutou porque alguém havia mandado. Todos puseram em ação o espírito de luta que emergia ardentemente do âmago de sua própria vida. Essa é a fé para conquistar a felicidade e as atividades da Soka Gakkai existem para isso. Tudo retorna para si mesmo e na mesma medida impulsiona a prosperidade da sociedade.


Por mais que falemos em história da vitória da Soka Gakkai, os líderes jamais devem se esquecer de que ela não existe sem que os companheiros aprofundem sua convicção no budismo e sem que eles realmente experimentem a alegria e felicidade em sua vida diária.


O líder que acompanhava o presidente Ikeda sentiu que ele o havia feito lembrar o ponto mais importante da luta pelo kossen-rufu.


Forte decisão

Nesse momento, o sincero sentimento que motivou o presidente Ikeda naquela época aflorou em seu coração. Mordendo os lábios fortemente, contemplou por alguns instantes a paisagem ao longe. E então retomou a palavra e disse de maneira firme e pausada:


— No verão daquele ano (1957), o presidente Toda estava com sua saúde bastante debilitada. A Soka Gakkai alcançou 600 mil famílias no final de junho e enfim estávamos conseguindo visualizar alcançar 750 mil famílias, meta estabelecida pelo presidente Toda como objetivo e empreendimento de sua vida.


Emoção e juramento

Então, o presidente Ikeda refletiu sobre sua batalha quando seu mestre, Josei Toda, vivia a fase final da vida. É emocionante:

— A concretização da meta de 750 mil famílias na Soka Gakkai era a batalha conclusiva da existência do presidente Toda. E eu queria concretizá-la sem falta ainda em 1957 para deixar o meu mestre tranquilo. Então, decidi me tornar a força motriz para impulsionar esse movimento. Porque isso se tornaria, ao mesmo tempo, uma referência de como deveria ser a expansão do kosen-rufu no futuro.


— Uma batalha conclusiva da vida do mestre significa uma batalha em que ele visualiza a grandiosa realização do discípulo. Ou seja, significa o discípulo comprovar a vitória na fé e comunicar ao mestre com todo o orgulho: “Mestre! Veja a minha vitória!”. Unicidade de mestre e discípulo é isso! Por ter determinado isso em meu coração evidenciei o melhor e o máximo da minha força. Manifestei coragem e sabedoria.


Fonte: Brasil Seikyo, ed. 2.184, 22 jun. 2013, p. A4
TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;