O remédio contra qualquer ilusão
  • CONHEÇA O BUDISMO

O remédio contra qualquer ilusão

É missão dos discípulos Soka propagar este ensinamento para curar os males da sociedade

O 16º capítulo do Sutra do Lótus, ‘A Extensão da Vida’, descreve o sentimento do Buda pelos seus discípulos. Vamos conhecer um pouco dessa parábola:


O excelente médico tem vários filhos. Enquanto ele se ausenta para uma viagem, seus filhos ingerem veneno. Quando o pai retorna, encontra-os num grande sofrimento e decide preparar um excelente remédio para curá-los.


Embora o pai tenha preparado o remédio mais eficaz, alguns dos filhos, entorpecidos pelo veneno, não o tomam. Os que aceitam e ingerem o remédio são imediatamente curados. Porém, os outros que se recusam continuam a se contorcer de agonia.


Devido à compaixão pelos filhos, o excelente médico pensa num meio para que acreditem que ele morreu a fim de lhes mostrar o caminho da felicidade. Após partir novamente, ele envia um mensageiro com instruções para dizer aos filhos que ele havia morrido numa terra distante. Quando ouvem o relato, o coração deles se enche de tristeza e angústia ao pensarem que, de agora em diante, não terão ninguém para ajudá-los. É nesse momento que finalmente abrem os olhos e pensam: “Ainda temos o remédio que nosso pai nos deixou”. Decidem tomá-lo e, imediatamente, se curam. Quando o pai recebe a notícia de que todos os filhos estavam curados, ele retorna para casa e aparece diante deles.


“(...) O excelente médico representa o Buda, e seus filhos, todas as pessoas. O excelente remédio corresponde ao Sutra do Lótus e à eterna Lei Mística, a qual o buda Shakyamuni também segue como mestre. Nos Últimos Dias da Lei, esse remédio é o Gohonzon” (BS, ed. 2.127, 14 abr. 2012, p. A6).


“Nem mesmo o excelente médico poderia salvar seus filhos sem a intervenção do mensageiro. Da mesma forma, sem o movimento popular dos bodisatvas da terra, que abraçam o grande remédio benéfico da Lei Mística, a humanidade não poderia ser salva nesta era repleta de maldades. Juntos, vamos avançar orgulhosamente pelo glorioso caminho da vida dos bodisatvas da terra” (Preleção dos Capítulos Hoben e Juryo, p. 259-260).


Empreender esforços ao incentivar a pessoa que se encontra diante dos seus olhos, oferecendo-lhe o excelente remédio, a prática do Nam-myoho-renge-kyo é a ação de um verdadeiro devoto do Sutra do Lótus.


O presidente Ikeda afirma: “O budismo é um excelente remédio que cura as feridas do carma e do sofrimento. Não existem impasses na fé. Nós encontramos problemas e dificuldades para que possamos crescer e amadurecer. No mundo do budismo, mesmo aquilo que parece já estar bom irá se tornar ainda melhor. Quando acreditamos que já atingimos o limite máximo, vamos ainda mais além. Essa é a Lei Mística” (BS, ed. 1.286, 27 ago. 1994, p. 5).


Vemos atualmente uma sociedade com muitos problemas, com as pessoas cada vez mais buscando soluções para suas angústias e dificuldades e temos essa grande oportunidade de levar esse remédio da Lei Mística e fazer mais e mais pessoas felizes através da propagação por meio desse ensinamento.



Fonte:


Brasil Seikyo, ed. 2349,26 nov. 2016 - Caderno da Reunião de Palestra


TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;