Os benefícios da prática budista
  • CONHEÇA O BUDISMO

Os benefícios da prática budista

A gratidão e a alegria diante dos fatos da vida ampliam a boa sorte

Com base na seção Meu bloco, minha alegria — Respostas do romance Nova Revolução Humana para os desafios da vida diária — publicada no jornal Brasil Seikyo. Texto para apoio às atividades na linha de frente da BSGI, principalmente para novos associados.

Foram utilizados trechos do trechos do capítulo “Expansão” do volume 8 da Nova Revolução Humana.


Diante de uma circunstância adversa, seja ela qual for, habitualmente qual seria sua reação? “Oh, não! De novo não, como fico irado com isso!” Ou você teria uma postura positiva, afirmando a si mesmo: “Bem, eis uma nova oportunidade para acumular muita boa sorte!”. Essa sutil diferença no modo de pensar e de agir, aparentemente pequena, pode provocar resultados extremamente opostos. Isso é o que o Sutra do Lótus e a doutrina dos “três mil mundos num único momento da vida” nos ensinam.


A gratidão e a alegria diante dos fatos da vida ampliam nossa boa sorte enquanto a lamentação e a negatividade a apagam.

No capítulo “Expansão” do volume 8 da Nova Revolução Humana, durante uma atividade, Shin’ichi Yamamoto [nome do presidente Ikeda na obra] incentiva os associados da Soka Gakkai sobre os benefícios da prática budista:

“Ele [Shin’ichi] agradeceu inicialmente pelo esforço de comparecerem à reunião geral vindos das várias ilhas de Amami, discorreu sobre a veracidade do Budismo Nichiren citando algumas passagens dos sutras e explicou sobre os benefícios da prática.


— Existem dois tipos de benefícios. Os resultados da prática da fé que aparecem de forma imediata e visível aos nossos olhos são chamados de benefícios conspícuos ou perceptíveis. O outro tipo, principal, é chamado de benefícios inconspícuos ou imperceptíveis e nos oferece a felicidade mais efetiva, embora não seja aparentemente visível”.


Como alcançar esses benefícios?

Com a sincera prática do Budismo de Daishonin, os benefícios conspícuos podem ser plenamente conquistados.

“Há casos em que uma pessoa consegue curar-se de sua doença por meio da prática da fé, arrumar um novo emprego ou melhorar a condição financeira. Esses são os benefícios perceptíveis. Se existissem benefícios que caíssem do céu sem nenhum esforço da nossa parte, seriam na verdade malefícios que apenas degenerariam o ser humano. Por essa razão, o budismo dá ênfase aos benefícios imperceptíveis. Para ser mais claro, citarei o exemplo de uma árvore. Quando a observamos todos os dias, não percebemos nenhuma mudança nela, embora ela esteja crescendo. Somente depois de um período mais longo temos a noção do seu crescimento. Da mesma forma, quando persistimos na prática da fé por dez ou vinte anos, percebemos que conseguimos transformar o carma negativo, que acumulamos boa sorte e desfrutamos benefícios na vida diária. Essa condição de vida é o resultado dos benefícios inconspícuos, imperceptíveis, e eles constituem os verdadeiros benefícios da prática do Budismo Nichiren.”


Edificar uma vida valorosa

A maioria dos presentes pensava que os benefícios eram apenas do tipo conspícuo, que todos percebem em pouco tempo. Por isso mesmo ouviram atentamente as explicações de Shin’ichi, que falou sobre os dois tipos de benefícios justamente para que estabelecessem uma visão correta sobre a prática budista.


“— Em outras palavras, os benefícios inconspícuos referem-se ao ato de estabelecer uma indestrutível condição de felicidade ao evidenciar a energia vital e a sabedoria com base na prática diária, polindo ao mesmo tempo o próprio caráter e realizando a revolução humana. Por essa razão, espero que todos aprimorem sua vida vivendo em prol do kosen-rufu juntamente com a Soka Gakkai da mesma forma como uma árvore estende suas raízes com toda a perseverança para alcançar um frondoso crescimento.


Se os senhores persistirem na prática por dez, vinte ou trinta anos, conquistarão, com toda a certeza, uma vida de felicidade nunca antes imaginada.”


São as ações diárias, por pequenas que sejam, que constituem a causa do principal benefício oriundo da prática budista — a revolução humana. Dessa forma, a elevada sabedoria de Nichiren em incentivar seus discípulos a fortalecer a fé dia após dia e mês após mês ratifica quanto ele era convicto de que os benefícios são resultados de uma prática convicta e perseverante.


Fonte: 
Brasil Seikyo, ed. 2.419, 12 maio 2018, p. A7
TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;