Sai, preguiça!
  • CONHEÇA O BUDISMO

Sai, preguiça!

O Gohonzon é fonte da vitalidade e de benefícios: “Não nascemos para desperdiçar a vida com autoindulgência e preguiça”, comenta o líder da SGI, Daisaku Ikeda

“Nós da Soka Gakkai temos fé! Nós temos o Gohonzon! Tudo que conquistamos é resultado da nossa fé no Gohonzon. A fé é o coração de tudo. O que importa é ser inabalável em nossa prática budista. Mantenha firme sua convicção: ao fazer isso, nunca será surpreendido por nada que seja escrito ou falado sobre nós”, cita o segundo presidente da Soka Gakkai, Josei Toda.


A declaração acima foi como se uma corrente elétrica percorresse o corpo dos participantes da convenção da Soka Gakkai em novembro de 1957.


“Nós, da Soka Gakkai, temos fé!” — esta declaração ardente de paixão proclamada por Josei Toda foi uma reação à mídia japonesa que especulava, caluniava e difamava a Soka Gakkai. No turbilhão da pressão, Toda sensei deu esse grito de fé e coragem leonina que imediatamente clareou o coração de todos os seus discípulos.


É vitória!

Esse mesmo brado de vitória e de confiança foi dado pelo buda Nichiren Daishonin: é o Gohonzon. Nos momentos de pressão, quando você se apequena diante da realidade, grite aos oito ventos a sua mais sincera fé recitando o Nam-myoho-renge-kyo e expulsando a incerteza e o medo. O presidente Ikeda afirma: “Se nos basearmos no Gohonzon, atingiremos uma condição na qual transbordamos de infinita alegria não importando onde estejamos”


A pergunta que não quer calar...

Uma leitora questiona: “Como vencer a maldade da preguiça?”


Resposta: Basta ter o Gohonzon como ponto central da sua vida. Isso gera infinita alegria em qualquer situação. Faça chuva ou faça sol haverá sempre esperança, coragem e vontade de vencer.


Joio do trigo

Não vamos confundir preguiça com a necessidade natural de descansar. O budismo ensina uma vida saudável, equilibrada, calcada num ritmo diário balanceado: comer sabiamente, dormir bem e manter a mente vigorosa. Se estiver cansado, durma: isso é sabedoria. Estamos falando aqui da “preguiça” como o desânimo mental, a fadiga fora de hora e a falta de força para avançar.


Mais cinco minutos

Não há preguiça nos membros da SGI: sempre arrumamos um pouquinho mais de vitalidade para orar mais cinco minutos, para incentivar mais uma pessoa. Não há tempo ruim — vida de budista é sempre agitada, animada, cheia de novidades, desafios e avanço. Além disso, é mentira que diante dos muros de dificuldades você só tem a opção de se sentir pequeno e frágil. A verdade é: quanto maior o desafio, mais forte será a marretada que dará no muro! O que agiganta a pessoa é a fé. Josei Toda nos deixa eletrizados ao bradar: “Nós, da Soka Gakkai, temos fé! Nós temos o Gohonzon!”


De corpo e alma

Para vencer a maldade da preguiça mergulhe de corpo e alma nas atividades pelo kosen-rufu: vá ao Bloco; ore daimoku; leia os escritos de Nichiren Daishonin; fale do Gohonzon e ensine a prática budista para as pessoas; leia tudo do Ikeda sensei; lance objetivos novos (bem ousados); ore para alcançá-los; incentive todos ao seu redor — não há vida mais sensacional que essa.


Mente vigorosa

Ao orbitar o mundo do Gohonzon sua mente fica revigorada, focada, tal como o presidente Ikeda que, aos 89 anos, emana a vitalidade de quem acabou de nascer e afirma que ora, ora e ora para nós, discípulos, termos vitalidade: “Continuarei enviando forte e vigoroso daimoku para que todos os meus amados discípulos manifestem a poderosa energia vital do buda igual a ‘impetuosa força do leão no ataque’. Vamos juntos ultrapassar todas as duras batalhas e vencer firmemente!”.


Adeus, preguiça!

Ele continua: “A preguiça é muito assustadora, pode tomar conta de nós sem nem ao menos estarmos cientes disso. Se começarmos a falhar no desafio a nós mesmos, usando somente 70% de nossa capacidade total, nossa força realmente cairá para essa proporção, assim como se utilizarmos apenas 30%, essa será nossa força”.


Agora, para concluir, imagine um leão atacando sua presa. Seus músculos e toda a sua concentração atuam em harmonia e vigor. É um ataque certeiro e não há o mínimo de preguiça. Ao orar daimoku ao Gohonzon, você se torna um leão imbatível!


Fonte: Brasil Seikyo, ed. 2.205, 30 nov. 2013, p. A4
TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;