Saia de cima do muro
  • CONHEÇA O BUDISMO

Saia de cima do muro

Nos momentos cruciais, opte pela fé no Sutra do Lótus e tenha confiança absoluta no Gohonzon

Uma integrante da Divisão Feminina da BSGI pergunta: “Ouvi bastante sobre ser monarca do mundo. Qual a relação desse termo com o budismo?”

Ser monarca do mundo é tornar-se um campeão humano. Um campeão da esperança e da coragem. É tornar-se uma pessoa grandiosa, cheia de ânimo, capaz de enfrentar e vencer a negatividade da vida. E fazer todos ao seu redor usufruírem dessa felicidade e liberdade de espírito. Ser monarca do mundo é criar um reino de alegria, justiça e vitória no seu coração e à sua volta.


Seres humanos precisam de seres humanos. É assim desde sempre: lemos livros, aprendemos com os familiares, professores, amigos, televisão. Pessoas se tornam humanas porque aprendem e seguem o exemplo de outras. No budismo, também é fundamental ter um modelo correto de praticante.


Na SGI, nosso modelo de praticante é o presidente Ikeda, o mestre do kosen-rufu mundial.

O budismo funciona plenamente quando praticado em exato acordo com o que ensina o buda Nichiren Daishonin: “tenha a mesma mente de Nichiren”. E o que ele ensina? Ensina o comportamento exato (pensamentos, palavras e ações) que devem ser empregados ao praticar. E quem age exatamente dessa forma nos dias atuais é o presidente Ikeda. “Empenhar o corpo e o espírito ilimitadamente em prol do kosen-rufu” é inspirar-se no mestre. Quem age igual ao mestre, tem os mesmos resultados que ele: a vitória completa em todas as situações.


O presidente Ikeda orientou certa vez que “há casos em que, mesmo que se recite daimoku e faça shakubuku, acabará tornando-se infeliz se não seguir a pessoa certa”. Uma líder da Divisão Feminina perguntou a ele: “Como devo entender concretamente esta orientação?” Eis a resposta:

— Nosso ponto primordial é o Gohonzon. Pode parecer que é uma forma bastante atrevida de falar, mas em se tratando da Soka Gakkai, eu sou o responsável máximo. Mesmo em se tratando da ‘Lei’, a orientação sobre a prática da fé é feita por ‘pessoas’, e compreendida também por ‘pessoas’. Fazer corretamente isso é a minha responsabilidade como presidente. Assim sendo, o significado da orientação acima é ‘siga a Soka Gakkai’. A essência é nosso itai doshin com base no Gohonzon.


A chave para ser monarca do mundo é incorporar em seus pensamentos, palavras e ações o estado de vida do mestre do budismo. O mestre é o exemplo humano correto para que nossa prática também funcione. Viver fora dessa rota é o mesmo que andar na contramão da felicidade.


O esforço do mestre é registrar com precisão seu estado de vida em forma de texto. O esforço do discípulo é ardentemente buscar esse estado de vida por meio da leitura do que o mestre escreve. Ler com tanta paixão, seriedade e concentração a ponto de dizer: “É isso! É assim que o mestre resolve essa situação. É assim que ele age, pensa e fala. Que grandiosidade! Farei exatamente como está escrito!”


Ao viver exatamente como o mestre ensina, suas atitudes criam valor e proporcionam alegria a você e aos seus. Tudo que faz gera mais felicidade. Os problemas são resolvidos na raiz e a vida avança.


Diante de qualquer situação, não fique em cima do muro. Fique do lado da Lei Mística; tenha o Nam-myoho-renge-kyo como centro da sua vida. Ficar em cima do muro é a dúvida. E dúvida é fatal: “É absolutamente necessário ter forte confiança e grande convicção para que se lute em prol do kosen-rufu. Tenha total confiança no Gohonzon e no Gosho”, diz o presidente Ikeda.


Torne-se um “resolvedor de problemas”. Não tem dúvidas, não fique em cima do muro: sempre escolha o Gohonzon como ponto primordial das suas ações. Ao agir para resolver algo, você mostra uma postura honesta, corajosa, imparcial, humana e limpa que todos, até os que estão contra ficam impressionados e inspirados a seguir um modelo correto e eficaz de viver.


Escolher o caminho correto de vida é agir inspirado pelo mestre. “Toda sensei está em meu coração, brilhando com todo o esplendor. É um sol eterno. Com o compromisso de atender ao seu chamado, hoje também hei de me empenhar em unicidade com meu mestre! Eu cumprirei cada juramento que fiz a ele. [...] Devemos vencer sem falta. Esse é o caminho da unicidade de mestre e discípulo, a essência eterna do Budismo Nichiren”, finaliza o líder da SGI.



Fonte: Brasil Seikyo, ed. 2.150, 6 out. 2012, p. A4

TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;