Subir ou sucumbir?
  • CONHEÇA O BUDISMO

Subir ou sucumbir?

As dificuldades são combustíveis tanto para a tristeza quanto para a alegria

A “dificuldade” é a resistência natural à transformação. Se enfrentar grandes dificuldades com tristeza, maior será o sofrimento. Se o fizer com alegria, maior a alegria. As dificuldades são combustíveis tanto para a tristeza quanto para a alegria. Assim, é importante “desfrutarmos das dificuldades” com um estado de vida elevado. A felicidade cresce à medida em que se vence as dificuldades.
Dificuldades são fatos da vida. Todo ser vivo passa por desafios. A questão não é buscar a causa, mas saber como você vai se comportar diante do fato.

subir ou sucumbir?


Diante dos desafios diários, existem duas opções: subir ou sucumbir. Quando aparece a dificuldade, quem escolhe sucumbir, desiste, reclama, abandona, culpa os outros. E o pior, não transforma nada. Quem decide subir, alegra-se, porque está diante de uma oportunidade de crescimento e transformação. Então, enfrenta tudo e transforma.

não existe um mundo livre de problemas


“Nichiren Daishonin declara: ‘Jamais permita que os impasses da vida o perturbem. Afinal, ninguém pode escapar dos problemas, nem mesmo santos ou sábios. (...) Sofra o que tiver de sofrer. Desfrute o que existe para ser desfrutado. Considere tanto sofrimento quanto a alegria como fatos da vida, e continue orando o Nam-myoho-rengue-kyo, não obstante o que aconteça’ (Coletânea dos Escritos de Nichiren Daishonin, v. I, p. 713). 
Não existe uma vida livre de sofrimentos ou um mundo livre de problemas. Na realidade, a vida torna-se interessante pelo simples fato de que ocorrem todos os tipos de desafios. Os que baseiam a vida na Lei Mística são capazes de atrair a suprema sabedoria e ultrapassar todos os obstáculos, não importando o quê; são capazes de atingir uma vida de profundo valor em que todos os seus desejos são realizados”. 
(Brasil Seikyo, 27 mar. 1993, ed. 1219, p. 4)

ser forte é ser feliz!


Se a energia vital é fraca, os menores problemas causam lamentações, insegurança e a vida acaba num impasse. Adquirir vitalidade para resolver os problemas cotidianos fortalece a pessoa e ela não recua. A medida em que vence questões maiores, mais forte se torna a energia vital — mais a felicidade se fortalece. Feliz é quem tem uma poderosa e constante vitalidade e transforma o ambiente de acordo com suas aspirações. Não existe dificuldade que não possa ser superada. A prática da fé que não é derrotada pelas dificuldades é a força para construir o eterno castelo da felicidade. Esse tipo de prática garante esse estado iluminado e transforma o ambiente.

Fonte: Brasil Seikyo, 13 ago. 2011, ed. 2095, p. A6
TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;