Traga a boa sorte de 10 mil km de distância
  • CONHEÇA O BUDISMO

Traga a boa sorte de 10 mil km de distância

Nada é mais maravilhoso do que recitar mesmo uma vez o Nam-myoho-renge-kyo diante do Gohonzon! O daimoku transforma e enriquece a essência da nossa vida:

Transformar tristeza em alegria,

Transformar desespero

Em esperança:

É por isso que oramos!

Determine que vai vencer,

Não importa o que aconteça

E vamos avançar

Com base no daimoku.

(Poema do presidente Ikeda publicado no Seikyo Shimbun, 26 abr. 2012)


O presidente Ikeda também afirma:

“Nosso objetivo é nos tornarmos ‘milionários observadores da mente’ que irradiam seu brilho no passado, presente e futuro; pessoas que observam a própria mente e lá encontram o estado de buda, que é um inesgotável oceano de boa sorte. Somos milionários nas profundezas de nossa vida graças ao poder do Sutra do Lótus”.


Temos a maior das fortunas: um oceano de boa sorte acumulada em nosso coração. Ativamos e desfrutamos desse tesouro ao recitar e compartilhar com fé o daimoku.


Já existe acumulado em você todos os tesouros do mundo. E, o melhor: temos a fórmula para despertar esse estado de vida amplo e vitorioso.


A fé no Nam-myoho-renge-kyo é a maior boa sorte do mundo! É a força que faz os benefícios surgirem quando você quer (boa sorte); e não mais aleatoriamente (sorte).

O presidente Ikeda orienta:

“Como é maravilhoso ter o som da Lei Mística reverberando em nossa casa. A forte fé é um poderoso ímã e atrai a boa sorte ‘de dez mil milhas de distância’*.

Ela age como defesa impenetrável que afasta toda a falta de sorte. Com essa convicção, por favor, tornem seu lar o castelo da paz e da felicidade”.


É aumentar a fé. Quanto maior a sua fé, mais extrai boa sorte do Gohonzon aqui e agora; e mais atrai e produz coisas fantásticas.


Acumular boa sorte não é uma questão de tempo de prática budista. É uma questão de fé, de determinação. A fé forte extrai do momento presente todo o poder acumulado no universo.


Mesmo benefícios “impossíveis” que moram a milhares de quilômetros de distância são atraídos para sua vida pelo poderoso ímã, a forte fé. Quanto mais forte a fé, mais intenso o ímã e mais seu mundo interior e exterior brilham com boa sorte e vitalidade.


Uma moça da Soka Gakkai (DFJ) perguntou ao presidente Ikeda o que é “BOA SORTE”. Ele respondeu:

— A boa sorte é o princípio fundamental da felicidade. Por mais inteligente que seja, por mais que cresça em meio a um bom lar e uma boa família, se não tem boa sorte será infeliz.

— Nesta era dos Últimos Dias da Lei, não existe outra fonte para acumular boa sorte a não ser recitar Nam-myoho-renge-kyo. Quando há boa sorte em sua vida, então pelo princípio de unicidade do corpo e do ambiente (esho funi), sua condição de vida se expande cada vez mais. Tudo fica prazeroso porque tudo o que você pensa e faz começa a dar certo.

— Seu aspecto também muda. Nos relacionamentos passa a ter uma postura segura, genial e agradável. Tudo se transforma. Tenha a firme convicção: “Tenho total certeza que estou acumulando minha boa sorte!”; “Sou a pessoa mais afortunada do mundo, pois tenho o Gohonzon em minha vida!”. Jamais pense: “Será que conseguirei curar a doença?”; “Onde será que vou trabalhar?”; “Será que eu passo no exame?...”.

— Diga a si mesma: “Possuo a boa sorte de ter o Gohonzon em minha vida, então é óbvio que vencerei a doença! Sem falta vou me curar!”; “Com toda a certeza serei aprovada no exame!”. Isso se transforma em realidade pelo princípio de simultaneidade de causa e efeito. Essa postura faz acumular ainda mais boa sorte. Aliás, essa postura é, por si só, o acúmulo da boa sorte.

Nesta curta orientação está a FÓRMULA INFALÍVEL para transformar radicalmente seu destino. É um tesouro ter um mestre igual ao presidente Ikeda!


JAMAIS PENSE:

“Será que conseguirei curar essa doença?”; “Será que vou conseguir trabalho”; “Será que eu passo no exame?”, etc.



PENSE:

“Sou a pessoa mais afortunada do mundo porque tenho o Gohonzon em minha vida”;

“Possuo a boa sorte de ter o Gohonzon em minha vida, então é claro que vencerei a doença! Sem falta vou me curar!”;

“Com toda a certeza serei aprovado no exame!”.


Boa sorte é dar certo tudo o que você pensa e faz. O que provoca isso é sua unicidade com o presidente Ikeda. Ele afirma: “Minha boa sorte será transferida aos meus discípulos. É meu mais profundo desejo compartilhar essa boa sorte com todos”.


Perguntaram como manter a concentração ao recitar daimoku. Simples: “Caro amigo, quando você descobre e acredita que há no Gohonzon infinita boa sorte e tudo depende da sua fé ao recitar e propagar o Nam-myoho-renge-kyo, ahhhh... a oração fica concentrada e você não quer mais desgrudar o olho! Quanto mais faz, mais aumenta sua fé, mais alegria sente e mais a vida transforma.”


“Ao fazermos sempre o shakubuku, a boa sorte deste ato protege nossa família e nossos descendentes”, afirma Daisaku Ikeda. Portanto, recitar com alegria o Nam-myoho-renge-kyo é o mais rico dos tesouros e a maior boa sorte.



Nota: 10 mil milhas corresponde a mais de 16 mil quilômetros

Fonte: BS, ed. 2.195, 14 set. 2013, p. A4

TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;