Tudo muda!
  • CONHEÇA O BUDISMO

Tudo muda!

A vida é tão vasta que possui infinitas possibilidades de mudança

Vida é luta

Estar vivo requer um espírito combativo momento a momento para vencer a negatividade e fazer florescer a felicidade. O budismo ensina que a todo instante tudo pode ser transformado. Essa certeza de que a situação atual por mais desesperadora que seja pode mudar está embasada no princípio budista “tempo sem início”, kuon ganjo, em japonês.


Ao pé da letra:

“Tempo sem início” (kuon ganjo): Literalmente, kuon significa “remoto passado” e ganjo “começo” ou “fundação”. Esse termo aparece no escrito de Nichiren Daishonin O Princípio Místico da Verdadeira Causa. Esta carta, datada de 1282, faz referência à “Lei Mística, inescrutável e eterna, do buda do tempo sem início (kuon ganjo)”. No escrito Registro dos Ensinamentos Transmitidos Oralmente (Ongi Kuden em jap.) Daishonin afirma: “Kuon é Nam-myoho-renge-kyo e a ‘verdadeira iluminação’ significa estar desperto para o fato de que ela é eternamente dotada com os três corpos”. Essencialmente para Daishonin “tempo sem início” significa a lei eterna do Nam-myoho-renge-kyo e o estado original da vida que incorpora o estado de buda.


A batalha momento a momento

Explicação do presidente da SGI, Dr. Daisaku Ikeda:

Nossa existência, nossa vida diária e a sociedade estão sujeitas a uma incessante mudança. Tudo muda para melhor ou para pior; não há meio-termo. Portanto, a fé e a religião são uma batalha espiritual de vitória ou derrota — uma luta que devemos vencer. É o que diz o filósofo britânico Thomas Carlyle: “O ser humano foi criado para lutar”.


Há uma cena famosa do filme de Charles Chaplin Luzes da Ribalta em que o personagem de Chaplin encoraja uma jovem que havia perdido a esperança de viver. Ele diz à jovem que ela tinha de lutar pela própria vida: “Pense no poder que há no universo — que move a Terra e faz as árvores crescerem. Esse mesmo poder existe em você, basta que tenha coragem — e o desejo de usá-lo!”. A batalha espiritual entre o bem e o mal no coração de cada pessoa está se tornando uma questão cada vez mais importante para a humanidade. Para mudar o destino humano, nós, da SGI, iniciamos uma batalha para vencer a ignorância e cultivar o bem inerente a todas as pessoas.


Pense no poder que há no universo

"Pense no poder que há no universo”, disse Chaplin na citação acima. Esse poder é uma força imensa capaz de criar, recriar, transformar tudo a qualquer momento.


Essa energia — difícil de imaginar de tão grande — está aí, em você, o tempo todo; nunca teve início e nem terá fim: sempre existe no grau máximo e abarca o universo inteiro.


Isso significa que “tempo sem início” não diz respeito ao tempo, mas à energia infinita que há em você e em tudo, concentrada a cada momento.


O presidente Ikeda afirma: “‘Tempo sem início’ é sinônimo de ‘vida sem início nem fim’. Não se refere à dimensão do tempo, mas sim à mais recôndita verdade da vida — de fato, corresponde à vida do universo em si, que prossegue sua atividade sem início ou fim”.


novas Possibilidades

Compreender o “tempo sem início” é viver o “agora” com total alegria justamente porque há infinitas possibilidades em cada momento: “O buda Nichiren Daishonin ensinou a grande alegria de viver o ‘agora’”, ressalta o presidente Ikeda.


Mesmo nós pessoas comuns podemos manifestar aqui e agora uma enorme força transformadora. Basta despertarmos para a realidade máxima de que não há beco sem saída para quem recita com ardente confiança o Nam-myoho-renge-kyo.


Obviamente, não nos tornamos seres especiais que emanam luz, mas apenas que nos libertamos das artificialidades e experimentamos uma alegria sem limite ao mesmo tempo em que ajudamos as pessoas à nossa volta. Josei Toda afirmava que nos tornamos extraordinárias pessoas comuns.


Alegre, puro, brilhante, harmonioso

Quando se enfrenta situações muito difíceis, é comum projetar o sofrimento para todo o futuro e trazer à tona tudo de ruim do passado. Pensar assim não transforma o destino; apenas piora as coisas.


A forma de reagir mais sábia é basear-se nas possibilidades de mudança e não no rigor da dificuldade atual, afinal a essência fundamental da sua vida é “alegre, pura, brilhante e harmoniosa”. Ao abrir os olhos para essa verdade, jorra da vida infinita energia e alegria.


O Dr. Ikeda esclarece: “Uma ‘pessoa comum iluminada desde o tempo sem início’ significa aquela que despertou para a essência fundamental de sua vida, a qual sempre existiu desde o tempo sem início. O presidente Josei Toda caracterizava o ‘tempo sem início’ como ‘alegre, puro, brilhante e harmonioso’”.


Se cada instante contém a experiência e a inteligência de todo o passado e de todo o futuro, então há muito o que comemorar: tudo pode ser transformado. Esforce-se determinado a criar criar algo do nada. E brindemos essas possibilidades junto com o escritor Romain Rolland: “Viva o momento presente. Reverencie cada dia. Ame o presente, respeite o presente”.


Viva de forma prazerosa e fiel a seus propósitos

Vamos analisar: o passado já não existe; o futuro ainda não chegou. Em que tempo a vida existe, então? No presente. Há motivo para se entristecer com o passado? Não. Ficar ansioso pelo futuro? Também não.


A mais gratificante forma de viver é ter total esperança e confiança de que você pode recriar seu destino do ponto em que está. Você não espera as coisas mudarem para ser feliz mas experimenta a felicidade agora e, a partir dela, inicia a mudança da situação:

Este momento é o “tempo sem início”’. Tudo começa a partir de agora. O passado já não existe. O futuro ainda não chegou. Tudo o que existe é o momento presente. E num piscar de olhos, o presente se torna passado. [...] [A vida] não existe em nenhum outro lugar além deste momento. Nós experimentamos a felicidade e a infelicidade apenas neste instante.


Fonte: 
Brasil Seikyo, ed. 2.315, 12 mar. 2016, p. C2
TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;