Você é determinado ou cismado?
  • CONHEÇA O BUDISMO

Você é determinado ou cismado?

É a determinação (ichinen em jap.) de cada um que torna a vida do jeito que é. Do ponto de vista do Budismo de Nichiren Daishonin, a determinação é o foco da sua mente neste momento. Não há pessoas “sem determinação”. Existem indivíduos “determinados” a sofrer ou “determinados” a serem felizes. A questão é para onde o ichinen está direcionado. O objetivo do budismo é tornar seu ichinen ideal, iluminado.


A determinação ideal é aquela que vem de dentro, reluzente, autêntica. Você sente uma natural necessidade de algo vindo do seu eu. E age na certeza de que aquilo já foi alcançado. Uma convicção assim é baseada num estado iluminado a partir da fé no Gohonzon. Suas ações, após a recitação do Nam-myoho-renge-kyo, estarão baseadas nessa certeza e cada ato contribui para aumentar a satisfação e a alegria por ver o externo se modificar para melhor.


Já o cismado, se baseia em coisas externas. Teima em conseguir algo por influência externa, para agradar os outros ou “mostrar” a alguém. A determinação ideal gera satisfação plena, sabedoria e energia vital. A cisma traz ansiedade e sensação de vazio. Por mais que consiga o desejado — o que é raro — não produz valor interior e corre o risco de gerar transtorno ao seu redor.


Não importa qual sua necessidade pessoal, seu objetivo, tenha claro interiormente qual é o motivo, o “porquê”. Isso gera valor positivo, ou seja, o benefício. Ore com a determinação de que a conquista lhe dará mais condições de se empenhar em prol do kosen-rufu.

Mesmo alguém apático ou triste, tem determinação. Afinal, apesar da vida seguir um curso natural em direção à felicidade, ele está decidido ou “cismado” que não merece ser feliz e que seu problema não tem solução. Ele não quer mudar e nem assumir a responsabilidade. Tal atitude sempre o levará ao mesmo resultado, porque a pessoa não se preocupa em gerar a condição interna para mudar o externo.


A chave da vitória é direcionar seu ichinen para a felicidade e não para o sofrimento. Se deseja atingir a felicidade absoluta [estado de buda], acredite em si mesmo. Fortaleça seu coração cultivando força e convicção interna, até que se torne inabalável diante de qualquer obstáculo. O coração ou a mente é o que determina a vitória ou a derrota em tudo.

O determinado senta diante do Gohonzon com a certeza absoluta da vitória e transborda confiança, alegria. Seu coração está livre e sua convicção é máxima. “Um coração libertado dos grilhões da ignorância é imenso como o céu, livre como uma águia planando nas alturas”, diz o presidente Ikeda.


O ichinen ideal é um estado mental livre de preocupações, pois a pessoa passa a enxergar as coisas como elas realmente são. Ou seja, tudo é causa, motivo para a felicidade absoluta.

Quando alguém com ichinen ideal ora daimoku, ele o faz com alegria, na certeza da vitória. O cismado ora aguardando de maneira incerta que algo aconteça de algum lugar. “A determinação de uma pessoa é extremamente sutil. São essas sutis diferenças no ichinen que refletem no universo para se manifestar como resultados radicalmente diferentes”.


O Gohonzon existe para mudar o ichinen. Uma oração baseada no ichinen correto conduz à ações e resultados concretos. A determinação ideal faz a pessoa assumir o controle sobre a vida. “Tudo está ruim! Não é possível que sou o causador disso?!”, pensa o cismado. O determinado tem a mente clara e naturalmente acha soluções criativas. Por meio da prática diante do Gohonzon, o determinado educa seu ichinen.


A melhor estratégia para a vitória absoluta é ter um ichinen ideal. Ou seja, essa é a “estratégia do Sutra do Lótus”. O presidente Ikeda resume: “A ‘estratégia do Sutra do Lótus’ corresponde à fé no Gohonzon; à fé que combate a ignorância e a ilusão, que transforma o carma negativo em positivo e que triunfa sem falta por meio da oração convicta, da sabedoria e da coragem ilimitadas — todas derivadas dessa oração”.


Imagine a seguinte situação: uma pessoa deseja que sua família pratique o budismo. Se o desejo for verdadeiramente a felicidade da família, ela se empenhará em mudar, em tornar-se exemplo do que gostaria de ver nos demais. O compromisso é com a felicidade da sua família e não com a “religião” em si ou no que os outros vão pensar pelo fato da família não praticar. Com essa postura, naturalmente os membros da família passam a confiar e a acreditar na pessoa. Lembre-se, “o propósito do advento do lorde Buda neste mundo estava em seu comportamento como ser humano”, completa o Dr. Ikeda.


Num nível profundo, vencer a escuridão fundamental é focar o ichinen no kosen-rufu. Este ato prova que estamos focando naquilo que é essencial e concreto. Empenhar-se em prol do kosen-rufu de acordo com a unicidade de mestre e discípulo faz manifestar o benefício supremo de vencer qualquer ilusão capaz de nublar o nosso ichinen.


O ichinen (determinação em um dado momento) abarca o sanzen (três mil mundos), tanto positivamente (o “determinado”) como negativamente (o “cismado”). É por isso que o Gohonzon é considerado o ichinen sanzen prático.


Imagine que você pudesse fotografar seu estado mental. Esta fotografia, a imagem que você tem de si mesmo, é o que determina sua vida. O estado de vida revelado nesta foto passa a ser o seu estado básico de vida. O Gohonzon é considerado o ichinen sanzen prático porque é uma especie de fotografia do estado de buda. Praticar diante do Gohonzon faz com que nossa vida copie aquela imagem do estado de buda demonstrada no Gohonzon. O estado ideal é quando oramos com sinceridade e o Gohonzon passa a ser o nosso coração. A fotografia que irá nos guiar em tudo é o estado de buda que passa a ser nosso estado básico de vida.



Fonte: Brasil Seikyo, ed. 2.038, 5 jun. 2010, p. A3

TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;