A força para vencer vem da fé, da prática e do estudo
  • ARTIGOS

A força para vencer vem da fé, da prática e do estudo

Nichiren Daishonin afirma: “Empenhe-se nos dois caminhos da prática e do estudo. Sem prática e estudo não pode haver budismo"

No dia 20 de abril de 1951, em meio à confusão e ao tumulto da sociedade japonesa pós-guerra, foi anunciada a significativa primeira edição do Seikyo Shimbun, o jornal da Soka Gakkai no Japão. Hoje, decorridos mais de 65 anos e 19 mil edições, o veículo continua transmitindo esperança e coragem a seus leitores.


Meu mestre, segundo presidente da Soka Gakkai, Josei Toda, desejava que todas as pessoas do Japão e do mundo lessem o Seikyo Shimbun, e eu compartilho o mesmo sentimento.


A palavra escrita constitui um meio poderoso para abrir novas fronteiras ao kosen-rufu. Em particular, jamais me esquecerei da energia e paixão que Toda sensei devotou em redigir seus textos para a primeira edição do Seikyo Shimbun, entre eles partes do romance Revolução Humana, a serem publicadas em série no jornal, uma coluna intitulada "Epigramas" e outras matérias de destaque. Além disso, escreveu um artigo principal apresentado na primeira página da edição inaugural com o título "O que é convicção?". Nele, o Sr. Toda declarou: “Este é realmente o tempo do kosen-rufu. Devemos ser corajosos”.1 Para agir com coragem, salientou ele, devemos possuir convicção absoluta no que estamos fazendo.


Na época, a sociedade japonesa estava cada vez mais caótica. A Soka Gakkai englobava um pequeno número de associados e ainda precisava se consolidar na sociedade. No entanto, Toda sensei possuía uma convicção absoluta, e esta foi a razão pela qual a organização conseguiu prosseguir e alcançar um desenvolvimento extraordinário.


Fé, prática e estudo” são a base da Soka Gakkai

Nesse artigo sobre convicção, O Sr. Toda enfatizou: “‘Fé, prática e estudo’ são um pré-requisito vital para nós, seguidores do Budismo de Nichiren Daishonin, e ensinar a Lei Mística aos outros é uma condição essencial para todos os praticantes que firmaram o juramento de concretizar o kosen-rufu. Uma vez que abraçamos o Gohonzon, devemos nos lembrar de que o Buda nos confiou essa missão há incontáveis eras passadas”.2


De fato, “fé, prática e estudo” são a força propulsora do crescimento e da vitória de todos os membros da Soka Gakkai, bodisatvas da terra do “tempo sem início”. Consistem em diretrizes eternas para nossos esforços para cumprirmos a missão que nos foi consignada pelo Buda.


No escrito O Verdadeiro Aspecto de Todos os Fenômenos, Nichiren Daishonin registra: “Empenhe-se nos dois caminhos da prática e do estudo. Sem prática e estudo não pode haver budismo. Deve não só perseverar como também ensinar aos outros”.


Empenhar-nos na fé, na prática e no estudo e sustentar o ensinamento correto ligados diretamente a Daishonin têm sido a tradição da Soka Gakkai desde os primórdios da organização. Hoje, a vibrante pulsação do Budismo Nichiren reside somente dentro dos esforços dos associados da Soka Gakkai para propagar a Lei Mística compassivamente, alicerçados na “fé, prática e estudo”.


Neste momento em que a organização avança a passos ainda mais largos como religião mundial, gostaria de reiterar aos nossos membros de todas as partes do globo a importância da fé, da prática e do estudo.


Notas:

1.
Traduzido do japonês. TODA, Josei. Toda Josei Zenshu [Coletânea de Obras de Josei Toda]. Tóquio: Seikyo Shimbunsha, v. 3, p. 72, 1983.

2. Ibidem, p. 72-73.

Fonte: Brasil Seikyo, ed. 2.370, 6 maio 2017, p. B1-B4
TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;