A luz do daimoku alcança o universo inteiro
  • ARTIGOS

A luz do daimoku alcança o universo inteiro

E as luzes da compaixão brilham pelas três existências

Pessoas de fé 

 Possuem o brilho da vida. 

 Sem se esquecerem do sorriso, 

Estendam a alegria e a serenidade

 às pessoas ao redor! 

 Sejam o sol da esperança!


Diante da chegada do equinócio de outono, também ofereci minhas orações em memória de meus entes falecidos e dos antepassados e parentes de todos os companheiros e de pessoas relacionadas ao kosen-rufu. Do fundo do coração, orei pela paz, tranquilidade, boa sorte e felicidade de todos pelas “três existências” passado, presente e futuro, e por toda a eternidade.


A luz do daimoku alcança o universo inteiro. A oração da compaixão e do incentivo ilumina a vida das pessoas com imensa esperança.


Nichiren Daishonin procurou incentivar com todo o seu coração o jovem Nanjo Tokimitsu [seu discípulo], que havia perdido o pai ainda na infância. Utilizando-se de exemplos de fácil entendimento, ele lhe ensinou a importância de acreditar e ter fé no Gohonzon assim como um faminto procura por comida, como quem tem sede busca por água, ou como alguém enamorado anseia rever a pessoa amada. “O senhor deve crer no Sutra do Lótus da mesma maneira como tem fome do alimento, sede da água, saudade da sua amada”.


Além disso, ele enfatiza: “Seja como for, dedique-se ao Sutra do Lótus e tenha fé em meus ensinamentos. O senhor deve não apenas crer neles, como também deve encorajar os outros a fazer o mesmo, para salvar seus pais e ancestrais falecidos”.


Ao recitar a Lei Mística supera-se com compostura e serenidade os “quatro sofrimentos”– nascimento, envelhecimento, doença e morte. E também se estende sem falta suaves brisas das “quatro virtudes”– eternidade, felicidade, verdadeiro eu e pureza até os entes falecidos.


Jamais se deixem desencorajar

Pessoas que jamais perdem o espírito de luta, independentemente das circunstâncias, são fortes. Não são derrotadas nunca. Possuem jovialidade. É exatamente como Nichiren afirma: “O sábio se alegra, ao passo que o tolo recua”.


Por isso, os líderes da nova era não podem se esquecer jamais da recitação do daimoku que é “a grande alegria dentre todas as alegrias”, e devem exercer com maestria e entusiasmo uma liderança que estabeleça um passo sólido de avanço do kosen-rufu em perfeita unicidade de mestre e discípulo.


Tudo é em prol do kosen-rufu, em prol da iluminação das pessoas nesta existência e para “estabelecer o ensinamento correto para a pacificação da terra”.


Para tanto, solicito que se movimentem amplamente, expandam largamente o círculo de pessoas com relação com o budismo e todos recebam ilimitados e inesgotáveis benefícios em sua vida. Mais do que nunca, agora, colocando a união em primeiro lugar, vamos vencer toda e qualquer expressão da maldade.


Oro e envio daimoku diariamente para que todos tenham plena saúde e disposição e evidenciem ao máximo e com toda a habilidade a sabedoria e a força do buda.


Fonte: 
Brasil Seikyo, ed. 2.294, 10 out. 2015, p. A2
TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;