A verdade da vida está na prática
  • ARTIGOS

A verdade da vida está na prática

A prática do budismo na SGI se destacou, especialmente durante este século, como a filosofia da transformação

Creating Cultures of Peace (Obra de Paz Budista: Criando Culturas de Paz)

O Centro de Pesquisa de Boston para o Século 21 (BRC), afiliado à SGI, publicou uma coletânea intitulada Buddhist Peacework: Creating Cultures of Peace (Obra de Paz Budista: Criando Culturas de Paz), que atraiu muita atenção em todos os Estados Unidos. Contribuí para a coletânea com o ensaio “O Movimento de Paz da SGI”. Esse livro está agora sendo utilizado na Universidade do Havaí e em mais outras três universidades norte-americanas, tendo sido muito bem aceito pelos universitários.

O presidente do BRC, Masao Yokota, entrevistou a Dra. Donna Giancola, professora associada de Filosofia e diretora do Programa de Estudos Religiosos da Universidade de Suffolk, em Boston, Massachusetts, que está usando o livro Obra de Paz Budista... em um de seus cursos. Na entrevista, a Dra. Giancola observou que muitas religiões mundiais de hoje não têm uma prática real. Ela sentia que a prática é um componente essencial da fé religiosa, acrescentando que a verdade encontra-se na prática e não na teoria. Foi isso que fez com que ela observasse as atividades da SGI com grande interesse.


Ela também comentou sobre nossas reuniões de palestra. Ao participar dessas reuniões, disse ela, as pessoas aprendem que não são as únicas a sofrer e que outras pessoas conseguiram superar seu sofrimento. As reuniões de palestra não apenas proporcionam uma oportunidade para as pessoas se encontrarem como também oferecem uma fonte de inspiração e confiança mútua, pois todos oram e praticam o Budismo de Daishonin e empenham-se para se tornarem seres humanos melhores, disse.

A Dra. Giancola descreveu os membros da SGI que ela conheceu como “pessoas honestas e autênticas”, dizendo que pessoas assim são uma raridade no mundo de hoje. E acrescentou que apesar de muitas outras religiões tentarem também criar um senso de comunidade como o da SGI entre seus membros, muitas não conseguem. Disse ter achado surpreendente a maneira como esta prática — a prática do Budismo de Daishonin realizada na SGI — se destacou, especialmente durante este século, observando que ela floresceu e se propagou pelo mundo inteiro.

A revitalização e a verdadeira esperança encontram-se na prática da SGI. Os comentários que apresentei há pouco são um exemplo do respeito que as pessoas do mundo todo estão demonstrando por nosso movimento. E também tenho certeza de que as gerações futuras dirão que o movimento da SGI é uma grande revolução religiosa que inspira toda a humanidade e revitaliza os povos do mundo inteiro.



Fonte: Brasil Seikyo, ed. 1.579, 11 nov. 2000, p. A4

TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;