Almejem voar ainda mais alto!
  • ARTIGOS

Almejem voar ainda mais alto!

"É exatamente por defendermos a causa do bem que é vital triunfarmos!”, diz o Dr. Daisaku Ikeda

Discurso do presidente Ikeda proferido na segunda sessão de uma Conferência Executiva Nacional da Soka Gakkai, iniciada no Centro Cultural Soka em Shinanomati, Tóquio, no dia 2 de agosto de 2002. Essa conferência foi realizada em quatro sessões.


O que determina o verdadeiro valor de um líder? Não é a popularidade, tampouco as aparências, mas sim a sinceridade com que ele serve às pessoas. O verdadeiro valor se determina pelo comprometimento e pelas ações que ele empreende para essa finalidade.

Os líderes devem ter uma filosofia — uma filosofia correta que contribua para a felicidade humana e que conduza as pessoas à paz.

Nós, da SGI, possuímos a maravilhosa e humanística filosofia da Lei Mística. Estamos praticando a Lei Mística e ensinando-a a muitas outras pessoas. Somos líderes sem paralelo no mundo.

O famoso escritor francês Victor Hugo (1802-1885) declarou certa ocasião que todas as pessoas grandiosas foram alvo de ofensas.

Mas é exatamente por defendermos a causa do bem que é vital triunfarmos! Simplesmente aguardem e observem nossa vitória final! Esse é o espírito dos invencíveis defensores da verdade.

A vitória surge de uma oração sincera, de um juramento embasado no espírito da unicidade de mestre e discípulo.


No período em que ficou preso na época da guerra — resultado da perseguição perpetrada pelas autoridades militares — o segundo presidente da Soka Gakkai, Josei Toda, despertou para a compreensão de que ele próprio era um bodisatva da terra. Graças a essa experiência, ele declarou: “A essência da revolução humana é atingir o estado de vida em que, das profundezas do próprio ser, a pessoa é livre de dúvidas e de ilusões sobre a vida e compreende sua verdadeira missão.” 1

A “verdadeira missão” não é outra senão o kosen-rufu, o objetivo fundamental de nossa prática budista. O Sr. Toda conclamava aos jovens que dedicassem a vida a essa missão declarando: “Creio que seja vital para os jovens que realmente estejam preocupados com o bem-estar da nação e desejam a felicidade das pessoas buscarem ardentemente realizar a suprema revolução humana e avançarem com coragem e vigor, combatendo e triunfando sobre todas as manifestações dos três poderosos inimigos e dos três obstáculos e quatro maldades.” 2

É de se esperar que os três poderosos inimigos e os três obstáculos e as quatro maldades apareçam em meio aos nossos esforços para propagar amplamente o correto ensinamento do budismo. Chegou a época em que os jovens devem proclamar bem alto pela justiça de nossa causa, em que devem soltar o poderoso rugido do leão. “Avançar com coragem e vigor” deve ser o perene espírito da Divisão dos Jovens da Soka Gakkai.


O presidente fundador da Soka Gakkai, Tsunesaburo Makiguchi, denunciava rigorosamente a injustiça de pessoas honestas e justas serem perseguidas e difamadas. “Se não eliminarmos fundamentalmente essa situação deplorável em que pessoas invejosas conseguem minar e expulsar seus rivais, não importando o quanto esse incidente seja pequeno, centenas de reformas serão todas em vão.” 3 Ele nos pediu que não negligenciássemos nem mesmo o menor exemplo de injustiça, pois se elas não fossem completamente eliminadas pela raiz, todos os nossos esforços não seriam nada. Essa era a convicção do Sr. Makiguchi.

Ele também disse: “Acabar com os maus elementos é essencial para assegurar uma existência pacífica para a maioria dos membros de uma comunidade.” 4 Espero que não se tornem o tipo de pessoas covardes que ficam olhando com indiferença enquanto injustiças são cometidas, assumindo a atitude de que isso não tem nada a ver com vocês e que se se envolverem será apenas para saírem prejudicados — o tipo de pessoas interesseiras que constantemente tentam aparentar ser boas e planejam se protegerem para não se tornarem alvo de ataques. A indiferença para com a injustiça é nossa inimiga. As pessoas que fingem não ver o mal são cúmplices dele.

As mentiras, não importa o quanto sejam pequenas, que caluniam e difamam as pessoas justas, não podem deixar de serem protestadas. É crucial expormos totalmente todas as propagandas falsas e maldosas e as declarações difamatórias pelo que elas são, bradando com vigor com o espírito de “refutar o errado e revelar o verdadeiro”. É especialmente quando os jovens se levantarem para esse desafio que a integridade e a bondade de toda a sociedade estarão protegidas.


O famoso filósofo alemão Arthur Schopenhauer (1788-1860) disse: “Ter inveja dos outros indica o quanto as pessoas são infelizes consigo próprias.” 5 Os invejosos são tristes e infelizes.

O escritor russo Leon Tolstoi (1828-1910) deixou essas famosas palavras: “O sofrimento é uma condição necessária para o crescimento físico e espiritual.” 6

Passar por vários problemas e sofrimentos leva ao crescimento pessoal e faz com que nosso caráter seja polido. Em particular, todos os nossos esforços e desafios em nosso empenho para concretizar o kosen-rufu fazem com que nossa vida brilhe como pedras preciosas. Esse é um princípio do budismo.

John Milton (1608-1674), renomado poeta inglês, escreveu: “Quem melhor pode sofrer, melhor pode fazer.” 7 Permitam-me      citar-lhes mais algumas palavras do Sr. Toda: “A filosofia fundamental é a filosofia de vida. Estamos conduzindo o mundo com uma nobre filosofia dando um passo mais alto [que o capitalismo e o comunismo].” 8

Realmente entramos em uma época em que a grandiosa filosofia de vida do budismo conduzirá o mundo. Muitos líderes sérios e perspicazes ao redor do mundo estão observando com atenção a sabedoria do budismo e endossam com entusiasmo os princípios humanísticos da SGI.

O Sr. Makiguchi disse: “Buscar uma perfeição cada vez maior — esse é nosso desejo em todos os aspectos.” 9 Almejem ainda mais alto! O budismo nos dá asas para nos elevarmos até o ilimitado autoaprimoramento.



Notas:

1. Toda Josei Zenshu (Obras Selecionadas de Jossei Toda), v. 1, p. 266.

2. Ibidem, p. 267.

3. Makiguchi Tsunesaburo Zenshu (Obras Selecionadas de Tsunessaburo Makiguti(, v. 6, p. 178.

4. Ibidem, v. 9, p.99.

5. Arthur Schopenhauer, Aphorismen zur Lebensweisheit (Conselhos e Máximas). Arthur Hübscher, ed. Stuttgart, Philipp Reclam Jun, 1968, p. 170.

6. Leon Tolstoi, A Calendar of Wisdom: Wise Thoughts for Every Day. Peter Sekirin, trad. Londres, Hodder & Stoughton, 1997, p. 164.

7. John Milton, The Works of John Milton. Nova York, Columbia University Press, 1959, v. 2, p. 449. (“Paradise Regain’d”, ll, p. 194-195.)

8. Toda Josei Zenshu, v. 4, p. 28-29.

9. Makiguchi Tsunesaburo Zenshu, v. 6, p. 92.


Fonte: Brasil Seikyo, ed. 1.684, 18 jan. 2003, p. A3

TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;