Avancem com coragem e vigor
  • ARTIGOS

Avancem com coragem e vigor

Com a prática budista é possível visualizar o futuro com esperança

Com base em discurso do líder da SGI, Daisaku Ikeda, proferido em Taiwan, em 1997.


Contribuindo com a comunidade local

O Sr. Makiguchi [fundador da Soka Gakkai] questionava se poderia haver alguma justificativa social para a existência da religião separada do trabalho em prol da humanidade e da construção de um mundo melhor. A menos que a religião sirva as pessoas e a sociedade, ela será inútil. Esse é, em minha opinião, o verdadeiro ensinamento de Nichiren Daishonin.

Estou certo de que o Sr. Makiguchi não desejaria nada além do mais alto louvor às contribuições que os membros [da Soka Gakkai] mundo todo, estão realizando para a sociedade.

Em particular, espero que a Divisão dos Jovens sempre avance intrepidamente ao longo do grande caminho do humanismo da SGI.

Jamais devemos ser covardes. Nós, que praticamos o Budismo de Nichiren Daishonin, nada temos a temer. Entretanto, sempre devemos estar atentos à rigorosidade da Lei Mística, a lei de causa e efeito.

Não hesitem! Bradem! Usem a cabeça!

O grande herói chinês Sun Yat-sen (1866–1925), que declarou firmemente a soberania das pessoas, sempre se manteve extremamente positivo. É indiscutível o fato de que as pessoas que estão firmemente decididas sobre qual caminho irão seguir na vida sempre manifestam atitudes positivas e alegres, não expressando nenhuma insegurança ou receio.

Devemos bradar; devemos usar a cabeça. Algumas poucas palavras ditas no momento certo por um líder podem inspirar confiança e esperança nos outros, transformar seu humor e mudar completamente seu ponto de vista. Positivamente, os líderes devem ser ágeis ao exporem suas opiniões.

Os vanguardistas de um movimento revolucionário jamais devem ser negligentes em seus esforços, sejam quais forem as circunstâncias. Se um dançarino, por exemplo, ficar decepcionado pelas zombarias e chacotas de espectadores grosseiros da platéia e, por causa disso, interromper sua atuação, não merecerá o título de bailarino profissional. Do mesmo modo, não devemos ser extremamente sensíveis a ponto de permitirmos que nossas emoções sejam controladas pelo ambiente. O que devemos fazer é continuar a avançar de forma alegre, positiva e resoluta.


Avancem fortalecendo sua fé dia após dia

Os obstáculos são o combustível para atingirmos o estado de buda.

Em várias de suas escrituras, Nichiren Daishonin enfatiza que enfrentar obstáculos e perseguições em prol do budismo deve ser motivo de alegria, uma vez que eles oferecem uma oportunidade para desenvolvermos nosso estado de buda. Em outras palavras, “Deve-se encarar os obstáculos como verdadeira paz e tranquilidade.”

Em algumas passagens, Daishonin declara: “Se não evocar os três poderosos inimigos do Sutra do Lótus, então, não serei o verdadeiro devoto do Sutra do Lótus”.

“Buscar a iluminação sem refutar a calúnia é uma atitude tão inútil quanto tentar extrair água do fogo ou fogo da água.”

“Se falhar em denunciar os inimigos do Sutra do Lótus, será incapaz de atingir a iluminação.”

Nós realmente provocamos o surgimento das perseguições a fim de vencê-las. Como devotos do Sutra do Lótus, infalivelmente nos tornaremos budas.

Se estabelecermos firmemente o estado de buda em nossa vida nesta existência, seremos budas por toda a eternidade.

Porém, para isso, devemos enfrentar obstáculos nesta vida. Alguns de vocês talvez estejam enfrentando dificuldades somente pelo fato de serem membros da SGI. Contudo, se jamais sofrêssemos críticas ou ataques, nunca teríamos a oportunidade de desafiar em nossa prática budista e de nos desenvolver. A longo prazo, perceberão que conseguiram avançar e conquistar um grande círculo de amizades e aliados que apóiam os propósitos e as aspirações da SGI, e que puderam criar uma grande condição de vida — tudo graças a esses ataques.

Minha esperança é de que todos vocês, atuando como grandes protagonistas no palco da vida, realizem sua missão única, sua brilhante atuação, com coragem e alegria, abrindo seu coração para cultivarem a amizade de todos ao seu redor.

“Empenhem-se com coragem e vigor!” — vamos fazer dessas palavras o brado unido para nossas atividades no ano vindouro!


Fonte: 
Brasil Seikyo, ed. 1.475, 5 set. 1998, p. 5 e 6
TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;