Com muito mais força!
  • ARTIGOS

Com muito mais força!

As canções da Soka Gakkai têm de ser tocadas com vigor

Em 3 de setembro de 2000, o público vibrou com o anúncio do resultado do Concurso de Orquestra de Instrumentos de Sopro da província de Tóquio, quando a Orquestra da Universidade Soka conquistou a medalha de ouro e o passaporte para participar do concurso nacional.

No dia 15 de outubro do mês seguinte, a orquestra se apresentou na cerimônia de outorga do título honorário acadêmico ao fundador da Universidade Bundelkhand, da Índia, para recepcionar os convidados. O fundador da Universidade Soka, prestes a sair do recinto junto com os convidados quando a solenidade chegou ao fim, pegou o microfone e se dirigiu aos componentes.

— Aos membros da orquestra, obrigado pela apresentação desafinada de hoje!

Os presentes à cerimônia caíram na gargalhada com o comentário recheado de humor do fundador. Porém, para os integrantes da orquestra aquelas palavras serviram como um puxão de orelhas. Estavam demasiadamente apreensivos, pois haviam acabado de conquistar pela primeira vez o passaporte para participar do concurso nacional e também seria a primeira vez que se apresentariam diante do fundador. Não poderiam errar jamais. O nervosismo estava à flor da pele.

O fundador percebeu o desconforto deles e lhes disse:

— Que apresentação fraca diante dos convidados. Toquem mais uma vez a Canção da Universidade.

— Sim, vamos tocar sem medo de errar!

Os estudantes colocaram todo o seu sentimento e tocaram. A música ecoou no recinto; o fundador sorriu.

— Assim deve ser a apresentação das músicas Soka. Deve-se ter força para tocar o coração do ouvinte a ponto de decidirem lutar vigorosamente mais um dia de vida. As canções da Gakkai têm de ser tocadas com vigor. Vocês entenderam? A próxima apresentação será em novembro no Festival da Universidade Soka.

O sentimento dos componentes da orquestra transformou-se em 180 graus. O olhar firme de cada um acompanhava a partitura, e eles aperfeiçoaram a técnica para corresponder à expectativa do fundador.

Uma semana depois, todos estavam no palco do Concurso Nacional e juraram tocar de forma que transmitissem coragem e esperança às pessoas que os ouviam. O resultado não poderia ser outro, conquistaram a medalha de ouro e se tornaram a orquestra número um do Japão.


Em 3 de novembro, no festival da Universidade Soka, a orquestra se apresentou para os convidados.

— Parabéns! Vocês se apresentaram muito bem!

Quem mais aplaudiu foi o fundador.

— Outro dia os incentivei com certa rigorosidade. Então, eles retornaram com um troféu de campeão. Estou muito feliz. A apresentação de hoje foi maravilhosa também. Muito obrigado!

No mês seguinte, o fundador denominou-a Orquestra de Instrumentos de Sopro Pioneer (pioneiro) da Universidade Soka. Esse grupo conquistou o primeiro lugar do Japão em concursos nacionais por três vezes.


No dia 21 de setembro desse ano, a orquestra se apresentou com vigor no concurso da província de Tóquio.

— Estamos tocando para dar energia vital ao maior número de pessoas, comenta a responsável pela orquestra, Yumeka Hori, aluna de terceiro ano do curso de educação.

As férias de verão acabaram e o campus da universidade voltou a ficar animado.

Sejam vocês mesmos e vençam como estudantes da Universidade Soka. Vençam a si em meio à árdua luta do dia a dia. Vençam com a força da amizade incentivando-se mutuamente — diziam os estudantes a si mesmos.

Para corresponder à expectativa do fundador, os alunos da Universidade Soka que seguem o caminho acadêmico e extracurricular se dedicam a vencer a si e a trazer a vitória para o grupo ao qual pertencem.



Nota:

Reportagem publicada no jornal Seikyo Shimbun.


Fonte: Brasil Seikyo, ed. 2.252, 22 nov. 2014, p. B2

TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;