Como lidar com o problema da violência contra as mulheres?
  • DIÁLOGOS

Como lidar com o problema da violência contra as mulheres?

Sessão de perguntas e respostas com os participantes do Curso de Aprimoramento dos Jovens da SGI.

Apesar de nosso tempo de hoje estar limitado devido a sua programação do curso de aprimoramento, gostaria de dedicar alguns momentos para responder a quaisquer perguntas que tiverem, já que vocês vieram de tão longe. Se tiverem algo que gostariam de perguntar, por favor, não façam cerimônia.


Integrante da DFJ da SGI-França: As mulheres enfrentam muitos problemas na sociedade, e o maior deles é a violência contra elas. Como devemos lidar com esses problemas?

Pres. Ikeda: Esse é um desafio muito importante e fundamental para a humanidade. Como proteger as mulheres? Como as mulheres podem conquistar a verdadeira felicidade?

Todas as pessoas têm o direito à vida, o direito de proteger sua dignidade, o direto de viver de forma decente, sendo autênticas e desfrutando a felicidade e a realização. Esses direitos não devem ser eliminados e devemos protegê-los firmemente.

Portanto, é imperativo combatermos as pessoas ou as circunstâncias que ameacem a dignidade da vida das mulheres.

No entanto, nós não devemos ser, ao mesmo tempo, pessoas covardes que ficam sempre chorando por causa dos contratempos. Gostaria que vocês fossem fortes. Vocês devem proteger a si próprias e a sua felicidade.

O budismo é um ensinamento da dignidade da vida. É um ensinamento que nos capacita a atingir o estado de buda. Nossa fé na Lei Mística nos capacita a estabelecer o mais maravilhoso estado de eterna felicidade.

Nichiren Daishonin afirmou: “Não deve haver nenhuma discriminação entre homens e mulheres”. Dessa forma, ele proclamou bem alto, há mais de sete séculos, que todos os homens e mulheres são iguais e possuem os mesmos direitos.

Por favor, avancem com a determinação de denunciar com firmeza e atacar aquelas pessoas maldosas que causarem sofrimento às mulheres e, ao mesmo tempo, tenham a determinação de fazer com que de alguma forma as pessoas perniciosas despertem, e levem-nas para a direção da decência e da felicidade humana.



Fonte: BS, ed. 1.690, 1 mar. 2003, p. A4

TAGS:DIÁLOGOS

• comentários •

;