Determine vencer sem falta!
  • ARTIGOS

Determine vencer sem falta!

O poder da crença e do pensamento conduzem a realidade em direção àquilo que acreditamos e concebemos

Os tópicos a seguir foram extraídos dos discursos o presidente da SGI, Daisaku Ikeda, “A força de nosso ichinen determina nossa vida” e “Nossa atitude mental muda tudo”.


O princípio de "três mil mundos num único momento da vida" (ichinen sanzen) esclarece os misteriosos trabalhos da mente num simples momento. Pelo fortalecimento de nosso ichinen, ou determinação, tornamo-nos capazes de manifestar livremente uma ilimitada sabedoria e capacidade. Então nos tornamos felizes e, ao mesmo tempo, capazes de levar a felicidade aos outros. Essa é a essência do Budismo de Nichiren Daishonin.


A determinação de uma pessoa é extremamente sutil e essas sutis diferenças no ichinen são refletidas no universo para manifestarem-se como resultados radicalmente diferentes.¹


O budismo expõe o conceito da função mística da mente de uma pessoa. Isso se refere aos maravilhosos trabalhos da mente humana.


A vida é uma manifestação “visível” dos trabalhos “invisíveis” da mente. (...)


O ensaísta britânico William Hazlitt (1778–1830) foi um observador crítico da psicologia humana. Ele escreveu que se acreditarmos que podemos vencer, nós vencemos, afirmando que a confiança é um pré-requisito para a vitória.


A crença de que vencerão sem falta concentra toda a sua força, até mesmo aquela que é normalmente latente, e faz o seu triunfo tornar-se realidade.


O cérebro humano é considerado um microcosmo. Alguns acreditam que são encontradas no cérebro bilhões de células nervosas. Quando são levadas em consideração as suas inumeráveis combinações inter-relacionadas, esse número se torna literalmente astronômico. O potencial do cérebro humano continua desconhecido. Não sabemos quanto poder ele tem.


Mas uma coisa é certa: o poder da crença e do pensamento levarão a realidade em direção àquilo que acreditamos e concebemos. Se realmente crêem que podem fazer algo, vocês podem. Essa é a realidade.


Quando os senhores prefiguram o resultado da vitória, gravam isso em seu coração e mantêm-se firmemente convictos de que o atingirão, seu cérebro faz todo o esforço para realizar a imagem mental que os senhores criaram. Então, mediante seus esforços, essa vitória torna-se finalmente realidade.²


O budismo ensina que o indivíduo escreve seu próprio roteiro e o interpreta. Não é nenhum tipo de ser divino ou a causalidade que escreve o enredo para nós. Nós o escrevemos e somos os atores que o representamos. Essa é uma filosofia de vida extremamente positiva, inerente ao ensinamento de "três mil mundos num único momento da vida" (ichinen sanzen).


Os senhores são os autores e os heróis. Para desempenharem perfeitamente seu papel, é necessário gravar bem o enredo em sua cabeça para que possam vê-lo vividamente diante de seus olhos.


No caso dos objetivos, para ajudar a memorizá-los, poderá escrevê-los várias e várias vezes até estarem bem gravados em seu coração.


Há um caso de um jovem que sofreu um acidente quando criança que o deixara com uma das pernas mais curta que a outra. Mas os seus pais jamais o desencorajaram, sob quaisquer circunstâncias, dizendo coisas como “você não consegue fazer isso” ou “isso é muito difícil para você”.


Eles o tratavam como qualquer outra criança e incentivavam-no a praticar esportes. Ensinaram-no que podia fazer o que acreditasse ser possível, e que, se fosse derrotado, era porque antes de tentar já havia se decidido a falhar.


Essa não é uma teoria do triunfo da vontade, ou alguma especulação abstrata. Representa uma crença no potencial latente do ser humano.


O menino tornou-se uma estrela do futebol em sua escola, e após a formatura também foi bem-sucedido na sociedade.³


Todos esses tópicos são inspiradores, cheios de otimismo e apresentam dicas indispensáveis para manter a chama da decisão sempre acesa. Dessa forma, uma vez estabelecida a decisão, é hora de partir para a oração.



Notas:
1. Coletânea de Orientações — Discursos Diversos do Presidente da SGI, Dr. Daisaku Ikeda, Editora Brasil Seikyo, vol. III, pág. 49.
2. Ibidem, págs. 79 e 81.
3. Ibidem, pág. 83.

Fonte:
Terceira Civilização, ed. 448, 1 dez. 2005, p. 8
TAGS:ARTIGOS

Notas:

1. Coletânea de Orientações — Discursos Diversos do Presidente da SGI, Dr. Daisaku Ikeda, Editora Brasil Seikyo, vol. III, pág. 49.
2. Ibidem, págs. 79 e 81.
3. Ibidem, pág. 83.

• comentários •

;