Estamos recebendo a direta “luz do sol” do budismo
  • ARTIGOS

Estamos recebendo a direta “luz do sol” do budismo

Quando praticamos a fé naturalmente progredimos pelo nobre caminho do kosen-rufu

Com base no discurso do presidente Ikeda proferido durante a Conferência Executiva da SGI-USA; publicado posteriormente no jornal Brasil Seikyo de 21 de agosto de 1993.

O presidente Josei Toda tinha realmente uma profunda benevolência pelos membros que tinham muitos problemas sérios. Para incentivá-los e ajudá-los a colocarem os pés no chão, o Sr. Toda declarava: “Se não tiverem benefícios mesmo praticando exatamente como eu ensinei, eu lhes darei a minha vida.” Os seus discursos estavam sempre repletos de convictas declarações com as quais ele desejava entregar a sua vida.


Certa vez, ele disse:

"A força da fé e a força da prática com a qual os senhores oram ao Gohonzon — em outras palavras, a força da fé quando crêem no Gohonzon e a força da prática quando tornam o coração de Daishonin o seu próprio — misturam-se para combinarem-se e manifestarem-se em sua vida como a força da Lei e a força do Buda. É assim que a felicidade permeia a vida diária.


Enquanto continuarem a praticar a fé dessa forma, naturalmente poderão progredir pelo nobre caminho do kosen-rufu.


Se mantiverem uma atitude sincera tanto na fé como nos esforços para propagarem a Lei, tornando-se modelos da fé para os outros com os grandes benefícios que manifestaram em suas vidas, então poderão fazer o verdadeiro shakubuku por meio do seu exemplo, mesmo sem contar ativamente aos outros sobre a sua prática.


Quando as pessoas começarem a declarar o seu desejo de praticar a fé por conta própria, o kosen-rufu será naturalmente atingido. Além disso, uma vez que a época do kosen-rufu chegou, a força do Gohonzon é ainda maior.


Hoje, alguns podem me acusar por ter feito a declaração contraditória de que no passado o Gohonzon não tinha força, mas que hoje sim. Resta afirmar que não há mudança no Gohonzon, mas sim uma mudança em nós que abraçamos o Gohonzon.


Além do mais, não há nenhuma diferença entre o sol que nasce no leste e o sol que brilha diretamente ao meio-dia (mas a intensidade do sol do meio-dia é maior). Atualmente, nós [entramos em uma época em que] estamos recebendo a direta “luz do sol” do Gohonzon, assim como os intensos raios do sol do meio-dia.


Cabe a vocês receberem ou não os benefícios na vida diária. Tudo o que estou lhes ensinando é praticar firmemente e receber grandes benefícios.


É um grande desperdício não receber benefícios. A única forma de receber benefícios é praticar vigorosamente. As pessoas me perguntam: “Sr. Toda, eu não tenho dinheiro. Existe alguma forma de superar isso?”, ou “Estou indisposta, o que devo fazer?”. A única resposta é pedir-lhes para ter fé e praticá-la. Isso é tudo o que eu posso fazer".


Fonte: Brasil Seikyo, ed. 1.238, 21 ago. 1993, p. 4
TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;