Jovem é outro nome para “renovada determinação”
  • ARTIGOS

Jovem é outro nome para “renovada determinação”

"Avancemos brava e vitoriosamente com o daimoku do rugido do leão de força jovem", cita Dr. Ikeda

Traduzido do editorial do Dr. Daisaku Ikeda, presidente da SGI, publicado na revista Daibyakurenge, edição de janeiro de 2017; Publicado na revista Terceira Civilização, no mesmo mês.


Qual seria, afinal, a maior prova de que um jovem é verdadeiramente jovem?


Naturalmente, isso não se define por uma questão de idade cronológica. Acredito que, pela perspectiva da fé, neste momento todos os que estão com a vida repleta de renovada determinação são jovens campeões da Lei Mística.


O que importa não é como sua situação estava no ano passado, ou mesmo ontem, mas como vai se desafiar, avançar e triunfar deste ano em diante, a partir de hoje. Isso porque este é o espírito do budismo da verdadeira causa.1


Reafirmando esse princípio de que tudo começa a partir de agora, vamos começar cada dia com um espírito vigoroso e renovado.


O gongyo, que realizamos pela manhã e à noite, é uma cerimônia profundamente solene. Quando e onde quer que façamos um sincero gongyo, nossa vida imediatamente brilha com a luz do sol do “tempo sem início” — a luz do nosso estado de buda inato.


No trecho do (16º) capítulo “A Extensão da Vida” do Sutra do Lótus que recitamos no gongyo consta o verso:

[Quando os seres vivos desejam] unicamente ver o Buda, não hesitando mesmo que isso lhes custe a vida, Então eu e a assembleia [de seguidores] Surgimos juntos na terra pura do Pico da Águia.


[Em japonês, lê-se:

Is-shin yok-ken butsu. Fu ji shaku shin myo. Ji ga gyū shu sō. Ku shutsu ryō ju sen].


Este profundo ensinamento nos diz que quando os seres vivos anseiam fervorosamente ver o Buda e se dedicam generosamente à propagação da Lei Mística, o Buda e seus incontáveis discípulos surgem juntos no Pico da Águia.


Referindo-se a essa passagem, o segundo presidente da Soka Gakkai, Josei Toda, com frequência dizia: “O grande estado de vida representado por Nichiren Daishonin preenche o nosso ser. O local onde recitamos Nam-myoho-renge-kyo pela nossa felicidade e pela felicidade das pessoas se torna o Pico da Águia, um reino livre de toda miséria ou infortúnio”.


Além disso, no gongyo, os membros da SGI oram com o juramento de realizar o kosen-rufu mundial, o que os torna nobres e fortes.


Mesmo na menor e mais humilde casa, quando recitamos o Sutra do Lótus e o Nam-myoho-renge-kyo, a vasta assembleia do Pico da Águia se revela. Nós nos tornamos unos com os budas e bodisatvas das três existências — passado, presente e futuro — e nossa vida se expande infinitamente para abarcar o universo em nossa determinação.


Nichiren Daishonin escreve: “Não há lugar nos mundos das dez direções que o som do daimoku [a recitação do Nam-myoho-renge-kyo] não alcance”.2


Por vivermos numa era de divisões cada vez mais profundas, precisamos fazer o ressonante som do daimoku reverberar ainda mais poderosamente e iluminar nossa família, nossos entes queridos e amigos, bem como nossa localidade e todas as terras do mundo, com a luz repleta de esperança de renovação, harmonia e paz.


Trinta anos atrás (em 1987), numa reunião na província de Fukuoka, Japão, um membro da Divisão Sênior (DS) energeticamente levou a plateia a dar três vivas. Junto com a esposa, ele triunfou sobre inúmeros obstáculos na vida com inabalável fé — inclusive uma perseguição em uma pequena comunidade hostil à Soka Gakkai, uma grave doença e grandes danos causados por inundações em sua casa. Ele ofereceu o seguinte incentivo aos integrantes da Divisão dos Jovens (DJ): “O daimoku recitado pelos bodisatvas da terra não é temeroso ou covarde. Vamos despertar a natureza de buda de todas as pessoas por meio da oração focada que nos enche de coragem e força!”.


Numa carta a um discípulo chamado Yasaburo, que desafiava sérias adversidades, Daishonin escreve: “O senhor deve orar fervorosamente para que Shakyamuni, Muitos Tesouros e os budas das dez direções se reúnam e entrem em seu corpo para ajudá-lo”. Aqui, ele ensina uma importante chave para a vitória.


Vamos, hoje também, dar a partida com um gongyo de renovada determinação. Avancemos brava e vitoriosamente com o daimoku do rugido do leão de força jovem, convocando grandes multidões de vigorosos jovens bodisatvas da terra!

Compartilhando o mesmo juramento, mestre e discípulo são uma só pessoa — com esta convicção, conquistem vitória após vitória! Nada é mais poderoso que nossas orações pelo kosen-rufu.


Fonte: Terceira Civilização, ed. 581, 21 jan. 2017, p. 18
TAGS:ARTIGOS

Notas:

1. Verdadeira causa: Também “princípio místico da verdadeira causa”. O Budismo Nichiren expõe claramente a verdadeira causa para a iluminação como Nam-myoho-renge-kyo, que é a lei da vida e do universo. Isso explica a prática budista de sempre avançar a partir deste momento com base nessa lei fundamental.
2. Oko Kikigaki [Registro das Preleções]; preleções não incluídas no WND, v. I ou v. II.

• comentários •

;