Máximo respeito à dignidade da vida
  • ARTIGOS

Máximo respeito à dignidade da vida

Cada ser humano é de suma importância

Com base no discurso do presidente Ikeda proferido na Convenção Comemorativa do 40º Aniversário da Divisão dos Jovens, realizada em Tóquio, em 14 de julho de 1991.

A enorme torre de tesouro1 descrita no capítulo “Surgimento da Torre de Tesouro” (11º) do Sutra do Lótus simboliza a dimensão e a dignidade da vida. Este é o momento para se estabelecer uma era de profundo respeito à dignidade do ser humano, afirma o presidente Ikeda.


A vida é uma torre de tesouro, possui dimensão tão vasta quanto o universo e é mais valiosa que a Terra. Cada indivíduo é mais importante que uma nação. Esta convicção é o alicerce do nosso humanismo. Devotamo-nos ao trabalho de construir grandes torres de tesouro de respeito à dignidade da vida em todas as esferas da sociedade e do mundo. Em nosso movimento, não estamos apenas difundindo a filosofia de respeito à dignidade da vida, mas ajudando efetivamente uma pessoa após outra a revelar o brilho de sua preciosa torre de tesouro interior, radiante de nobreza e de felicidade. Não há empreendimento mais sagrado. Cada membro da Soka Gakkai é um emissário do Buda executando o trabalho do Buda.

À nossa volta, torres de impulsos mesquinhos se erguem em direção ao céu — torres de autoritarismo que bloqueiam a luz do sol, torres douradas de supremacia econômica, torres de domínio militar que lançam tenebrosas sombras da morte. O século 21 é um período em que essas sinistras torres já atingiram altura máxima e se proliferaram vastamente, mas também é um período no qual a fragilidade delas se revelou de forma mais evidente e os alicerces sobre os quais se sustentam, aparentemente sólidos, começaram a se esfacelar.

Nossa luta consiste em substituir essas torres sombrias por torres de humanismo, torres de felicidade, torres de vida. Entretanto, por desbravarmos caminhos inéditos para a humanidade, estamos fadados a enfrentar dificuldades.


Rumo à era da vida

O século 20 foi apontado como século de guerras e revoluções. Foi um século em que o mito da inviolabilidade2 do Estado-nação assumiu proporções épicas, acarretando destruição e angústia descomunais. O culto ao Estado-nação — o culto à força coletiva e o mito do nacionalismo — cuja manifestação extrema se deu pelo stalinismo3 na esquerda e pelo fascismo4 na direita. O culto ao poder culminou no desenvolvimento de armas nucleares; a nuvem em forma de cogumelo é a grande torre das forças demoníacas que destroem a vida.

O século 20, mais que qualquer outro, tornou-se o século da megadeath.5 A raça humana experimentou o impacto total da imbecilidade e miséria acarretada pela crença na inviolabilidade do Estado. No entanto, na segunda metade do século, a esperança incorporada no respeito à dignidade humana começou a se arraigar.

Em 1951, exatamente no ponto central do século, o segundo presidente da Soka Gakkai, Josei Toda, emitiu seu brado em prol do kosen-rufu. [Na solenidade de sua posse, ele declarou: “Juro alcançar 750 mil famílias durante a minha existência!”] Também foi o ano de fundação da Divisão dos Jovens (DJ) da Soka Gakkai. A missão da DJ, portanto, era clara. Havia chegado a hora da construção de torres de respeito à dignidade humana.

Acredito que a época vindoura será a era do respeito à dignidade da vida, a era da vida. Venho salientando isso há muitos anos, reiterando ser essa a única esperança de sobrevivência para a humanidade. Está se tornando cada vez mais evidente para as mentes pensantes do mundo que não podemos respeitar a dignidade do ser humano sem respeitar a dignidade da própria vida. É visível que o antropocentrismo6 egoísta, a ganância desenfreada e a ideia de direito a regalias podem apenas propiciar a ruína da humanidade.

A dimensão universal da torre de tesouro do Sutra do Lótus nos ensina que o ser humano é mais importante que o estado. Nosso movimento para promover a paz, a cultura e a educação com base no budismo, o movimento em prol do kosen-rufu, revela a nobreza do ser humano tanto no âmbito filosófico como em termos práticos e efetivos.


Fonte: 
Brasil Seikyo, ed. 2.432, 18 ago. 2018, p. B3
TAGS:ARTIGOS

Notas:

1. Torre de tesouro: Torre ou estupa adornada de tesouros ou joias. Qualquer uma das várias estupas adornadas de preciosidades descritas nas escrituras budistas. A mais conhecida é a torre de tesouro do buda Muitos Tesouros que consta no capítulo “Torre de Tesouros” (11º) do Sutra do Lótus.
2. Que não pode ser violado.
3. Referente ao período em que o líder Joseph Stalin esteve à frente da antiga União Soviética. É caracterizado pela presença de um único partido político que ocupa o poder de forma ditatorial.
4. Refere-se a uma conduta política autoritária marcada por uma postura nacionalista e militarista.
5. Megadeath: Termo utilizado para designar a morte de um milhão de seres humanos, geralmente provocada por uma explosão nuclear.
6. Doutrina filosófica que coloca o hoimem no “centro do mundo”.

• comentários •

;