O budismo existe para transformar a sociedade
  • ARTIGOS

O budismo existe para transformar a sociedade

As pessoas são o elemento mais importante na mudança da nação

Com base no artigo do presidenta da SGI, Daisaku Ikeda, escrito para a edição de maio da revista de estudos Daibyakurengue.


Qual o verdadeiro propósito da vida? O historiador britânico Arnold Toynbee (1889–1975) sugeriu que é “tentar mudar o Universo onde nos encontramos — tentar acrescentar coisas boas a ele, se possível”.¹ Já que nascemos como seres humanos, devemos fazer o melhor para tentar tornar o mundo um pouco melhor do que quando o encontramos. Essa é a chave para uma verdadeira realização, conforme concluiu Toynbee, um erudito eminente que estudou o vasto panorama da história humana. Era esta a razão pela qual ele ficou impressionado com o nosso movimento popular dedicado a transformar positivamente a sociedade baseado nos ensinos essenciais do budismo Mahayana. Ele o considerava como uma realização espiritual histórica e significativa.


Os ensinamentos de Nichiren Daishonin iniciam-se e terminam com Estabelecer o Ensinamento Correto para a Pacificação da Terra. O título dessa obra é baseado no conceito de rissho ankoku — “estabelecer o verdadeiro e levar a paz para a nação”. “Estabelecer o verdadeiro” significa vencer o mal e a injustiça, propagando a verdadeira Lei e, assim, estabelecendo firmemente os princípios de respeito pela dignidade da vida e a dignidade humana. “Levar a paz para a nação” significa estabelecer a segurança e a felicidade para todos e construir uma sociedade próspera e um mundo pacífico.


Hastear a bandeira do rissho ankoku

Durante a Segunda Guerra Mundial, o presidente fundador da Soka Gakkai, Tsunesaburo Makiguchi, e seu discípulo, o segundo presidente Josei Toda, lutaram corajosamente contra o militarismo japonês hasteando a bandeira do rissho ankoku, um ensino de esperança para toda a humanidade. E, relembrando, o Gosho sobre o qual o Sr. Toda falou na reunião de palestra em que o conheci há 60 anos — no dia 14 de agosto de 1947 — também foi esse notável tratado de Daishonin.


Nichikan Shonin (1665–1726), conhecido como o grande restaurador do Budismo Nichiren, escreveu em relação a esse conceito de rissho ankoku: “Em termos de seu significado literal, refere-se ao Japão e à época na qual Daishonin viveu. Mas em termos de seu intento, também se refere a todo o mundo e às épocas futuras”.² Minha inauguração como terceiro presidente da Soka Gakkai (em 3 de maio de 1960) teve lugar 700 anos após Nichiren Daishonin enviar o escrito Estabelecer o Ensinamento Correto para a Pacificação da Terra (em 16 de julho de 1260) — um tratado de advertência aos governantes da nação, escrito em forma de diálogo. Abraçando o espírito de Daishonin, também me engajei em diálogos com líderes de todo o globo e construí uma cidadela de pessoas diversificadas de talento, comprometidas com a paz, a cultura e a educação, que são hoje como um farol que ilumina o futuro.


As pessoas são a base da nação

[Conduzi] um diálogo com o Dr. Jao Tsung-I, professor emérito do Departamento de Estudos Chineses da Universidade Chinesa de Hong Kong, considerado um dos mais importantes eruditos da China. O Dr. Jao ficou profundamente tocado pelo fato de, no Estabelecer o Ensinamento Correto para a Pacificação da Terra, Daishonin escrever o ideograma “nação” em caracteres chineses que mostram o povo dentro de um território. Em outras palavras, as pessoas são o elemento mais importante e a base da nação.


Os intelectuais de todo o mundo partilham um importante critério para avaliar os grupos religiosos: não o que eles professam, mas o que eles fazem. O Dr. Christopher Queen, conferencista de budismo da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, comentou: “O Buda respondeu à crise social e espiritual de sua época falando corajosamente, agindo de modo decisivo e criando valor na sociedade. Sem uma visão de transformação social — corporificada em novas instituições criativas como a sangha (a comunidade de praticantes) — a religião se torna alienada da vida das pessoas e sofre uma morte espiritual”. O Dr. Queen reconhece a Soka Gakkai como um modelo de budismo engajado ativo e socialmente e uma organização mundial dedicada a combater o sofrimento social.


Nichiren Daishonin declara que as calamidades e desastres que assolam o mundo continuarão imbatíveis, a menos que sejamos vitoriosos em nossos esforços para propagar os princípios positivos do budismo.³ “Estabelecer a verdade” significa assegurar que a verdade e a justiça triunfem, e isso desbrava o caminho para a “paz da nação”.


Desejo confiar aos jovens a gloriosa bandeira desse comprometimento comum de mestre e discípulo.


Fonte:
Brasil Seikyo, ed. 1.891, 12 maio 2007, p. A2
TAGS:ARTIGOS

Notas:

1. Arnold Toynbee, Surviving the Future (Sobrevivendo ao Futuro). Londres, Oxford University Press, 1971, p. 7.
2. Rissho Ankoku (Comentário sobre Estabelecer o Ensinamento Correto para a Pacificação da Terra).
3. Cf. The Writings of Nichiren Daishonin, vol. I, p. 1.114.

• comentários •

;