O momento agora é o que importa
  • ARTIGOS

O momento agora é o que importa

Examinem as causas e os efeitos da vida no presente

Discurso do presidente Ikeda proferido na Reunião Geral da SGI e Reunião Geral da Província de Saitama realizadas em Tóquio no dia 14 de novembro de 1992.


Nichiren Daishonin escreve: “Não pode haver descontinuidade entre as três existências do passado, presente e futuro” (CEND, v. I, ­p.­ 405). Passado, presente e futuro não estão separados um do outro, continuam juntos e se conectam por meio da lei de causa e efeito.


No escrito Abertura dos Olhos consta: “Se deseja saber as causas que foram feitas no passado, observe os efeitos que se manifestam no presente. E se deseja saber os efeitos que se manifestarão no futuro, observe as causas que estão sendo feitas no presente” (Ibidem, p. 292).


O budismo ensina que a vida agora, neste momento, abarca todas as causas do passado e todos os resultados, ou efeitos, que se manifestarão no futuro. Essa “simultaneidade de causa e efeito” significa que a eternidade está contida neste momento. O ensinamento da Lei Mística, a rea­lidade dos “três mil mundos num único momento da vida”, elucida claramente essa lei maravilhosa da vida e do universo.


Buda é denominado Aquele que Assim Chega, um termo que se refere à dinâmica da vida pulsando com sabedoria a cada instante.


É por isso que o momento agora é o que importa, e não algum dia no futuro. Precisamos nos esforçar sinceramente na fé, aprofundando nosso compromisso com a prática budista e transformar nosso destino exatamente aqui e agora. Esse é o caminho para acumular as causas para a felicidade, que também contêm o efeito ou resultado da felicidade.


Estejam absolutamente seguros de que vocês possuem causas maravilhosas no passado por poderem trabalhar juntos pelo kosen-rufu mundial neste momento e, certamente, desfrutarão magníficos benefícios no futuro em virtude de seus esforços de hoje.


Fonte:


Brasil Seikyo, ed. 2314, 05 mar. 2016, p. B2

TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;