O Nam-myoho-renge-kyo nos capacita a viver uma existência de plena realização
  • ARTIGOS

O Nam-myoho-renge-kyo nos capacita a viver uma existência de plena realização

Discurso do presidente Ikeda extraído e adaptado de uma sessão de perguntas e respostas na Reunião de Líderes da Região Norte da SGI-Itália, proferido em 3 de julho de 1992 — Dia de Mestre e Discípulo — na Sede Regional de Milão.

Nesta seção, o presidente Ikeda responde à pergunta de um membro: “Agora há pouco, ao recitarmos daimoku junto com o senhor, senti o desejo e a coragem de conquistar meus sonhos surgirem dentro de mim. Como posso recitar daimoku com esse mesmo sentimento e sempre manifestar essa coragem? ”.

Mesmo um único daimoku é capaz de se espalhar por todo o universo. Portanto, o daimoku sincero e de firme determinação tem o poder de transformar tudo.

Para ilustrar, usemos o exemplo da expressão “Eu te amo”, que tem diferentes impactos dependendo de como é dita, de coração ou como um simples gesto vazio. Da mesma forma, o daimoku recitado com forte convicção de que a vida é a própria manifestação da Lei Mística ou com a decisão de se dedicar à missão em propagar a Lei como o emissário do Buda, jamais falha em alcançar a Lei. A pessoa que ora dessa maneira certamente atingirá o estado de liberdade total.

Sem dúvida, ninguém se torna um especialista num assunto imediatamente. Somente ao superarmos obstáculo após obstáculo e continuarmos a avançar vigorosamente é que adquirimos experiência e o nível de especialista.

O mesmo acontece com a fé. Há momentos que desistimos e nossa determinação se enfraquece ou as coisas não caminham de acordo com a nossa expectativa e ficamos ansiosos ou com medo. Porém, o mais importante é continuar a recitar daimoku, não importa o que aconteça e sejam as nossas orações respondidas imediatamente ou não. Aqueles que mantêm tal fé eventualmente trilharão o mais nobre e supremo caminho para se criar valor com a convicção de que tudo acontece da melhor maneira e com profundo significado. Eles edificarão uma existência de plena realização e considerarão todos os aspectos da vida como fonte de alegria e parte de sua missão. Essas são as próprias funções da Lei Mística e o poder da fé.

Por que o Gohonzon é importante? Porque, por meio da fé que depositamos nele, somos capazes de manifestar o próprio Gohonzon — o estado de buda — existente em nossa vida. Daishonin declara que o Gohonzon é somente encontrado na fé de cada um de nós. Nós e todos os seres humanos somos dignos de respeito pois todo individuo é a própria entidade da Lei Mística. O Gohonzon é importante acima de tudo porque nos capacita a manifestar a Lei existente dentro de nós.



Fonte: BS, ed. 2.237, 2 ago. 2014, p. B1

TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;