O povo é o tesouro da nação
  • ARTIGOS

O povo é o tesouro da nação

"Todos são iguais. Vamos continuar bradando pela justiça com o peito erguido", diz o presidente Ikeda

Trechos do discurso proferido pelo presidente da SGI, Daisaku Ikeda, durante a 39ª Reunião Nacional de Líderes da Nova Era realizada no dia 17 de abril de 2010 no Auditório Memorial Makiguchi de Tóquio, e publicado no jornal Seikyo Shimbun de 24 de abril. Este evento foi realizado em conjunto com a 4ª Reunião Nacional de Líderes da Divisão dos Jovens em comemoração do 80° aniversário de fundação da Soka Gakkai e do cinquentenário da posse presidencial.


O poeta do povo norte-americano Walt Whitman clamou altivamente: “Tudo que há neste mundo foi gerado pelo povo, pelas pessoas comuns”.


Eu concordo com ele. As pessoas comuns são grandiosas. A Soka Gakkai surgiu entre as pessoas comuns e é em prol da felicidade do povo que ela atua. As pessoas comuns são verdadeiramente humanas, e são tesouros de uma nação.


No entanto, a história mostra claramente que as pessoas comuns lideradas por indivíduos astutos foram as que mais sofreram e tornaram-se vítimas de guerras.


Os Srs. Makiguchi e Toda propagaram a filosofia de Nichiren Daishonin com o risco da própria vida para pôr fim ao ciclo trágico das guerras.


Os grandiosos não são os homens influentes, e sim as pessoas comuns. A voz do povo que clama pela paz é a mais correta. Avancemos eternamente com esse espírito.


O verdadeiro líder é avaliado pela ação que empreende em prol da felicidade das pessoas e não pela eloquência de suas oratórias. O povo deve ficar atento para desmascarar a falsidade e construir um mundo cada vez melhor.


No dia 6 de maio de 1960, antes da minha primeira viagem a Kansai e após a minha posse como terceiro presidente, escrevi no meu diário: “Quero dialogar gentilmente com cada companheiro, trocar ideias e compartilhar a alegria e a tristeza por toda a vida. Esse é o meu princípio. Eu avanço, luto e sofro como mensageiro do Buda, como corajoso e nobre amigo sem coroa das pessoas comuns”.


A Soka Gakkai avançou de forma inacreditável nos últimos cinquenta anos porque eu lutei com o único pensamento de proteger cada membro com a minha própria vida.


O meu mestre Toda ensinou-me: “É ridículo idolatrar as pessoas famosas na sociedade”.


Há os que se tornam arrogantes e menosprezam os demais apenas porque conseguiram subir na vida. Por outro lado, há pessoas que menosprezam a si mesmas por achar que são incapazes. Ambos os casos são estranhos. Nichiren Daishonin diz: “O que importa é o coração”. Isto quer dizer que a questão está no coração. Há pessoas de coração ordinário embora aparentem ser cultas. Ignorem-as com compostura.


A Soka Gakkai é uma organização de “monarcas”. A pessoa mais nobre é a que luta em prol do kosen-rufu. Nichiren Daishonin adverte rigorosamente a jamais desprezar as pessoas que se dedicam em prol do kosen-rufu.


Não tenham medo nem receio de ninguém. Todos são iguais. Vamos continuar bradando pela justiça com o peito erguido para construirmos a nova era.


Fonte: 
Brasil Seikyo, ed. 2.035, 15 maio 2010, p. A2
TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;