Persistir até vencer
  • ARTIGOS

Persistir até vencer

Não importando o quanto seja doloroso, o importante é perseverar

Thomas Edison bateu o recorde de 1.093 patentes de invenções originais durante sua vida. (...) Qual era o segredo do sucesso de Edison? Ele explicou que era jamais desistir até ser vitorioso no seu intento. Não desistir — esse é o único caminho. Se desistirem serão derrotados. Isso também se aplica ao mundo da fé. Quem desiste não possui fé. Devemos continuar orando até obter uma resposta. Essa é a maneira correta de orar. Edison comentou: ‘A maioria das pessoas tenta realizar algo, mas em seguida desiste. Eu jamais desisti até conseguir alcançar meu objetivo’.

Espero que cada um de vocês seja bem-sucedido em seus respectivos campos de empreendimento, com total conhecimento de que o sucesso significa não desistir no meio, mas sim percorrer decididamente o caminho que escolheram.

Desistir no meio da corrida ou voltar para trás é uma derrota. Não importando o quanto seja doloroso, perseverem sempre e avancem.

Quando leio as obras de Victor Hugo das quais gosto tanto, não posso deixar de me lembrar de meu grande mestre, Josei Toda. Hugo foi um escritor revolucionário. Sua pena era afiada e mais poderosa que qualquer arma. Seu amor pelas pessoas era incondicional. Ele as inspirava e acreditava somente no poder delas. E embora fosse eloquente em seu elogio ao espírito dos jovens, era também implacável ao desmascarar a hipocrisia e a injustiça que se alastravam na sociedade.

Uma pessoa nobre persiste em seus esforços até o fim. Se desistir na metade do caminho, então todos os esforços terão sido em vão. Nisto se encontra a diferença entre aqueles que são nobres e aqueles que são medíocres, e entre os que são bem-sucedidos e os que falham. Isso se reduz ao fato de persistirmos ou não na realização de esforços pelo caminho correto da vida.

Enquanto o homem viver com uma grande esperança poderá crescer e desenvolver-se ampla e plenamente. Por isso, aconteça o que acontecer, jamais devemos desistir nem ser derrotados. No fundo de nosso coração existe a primavera, uma nova manhã e um radiante sol. Por isso, devemos sempre avançar de cabeça erguida. Esperança é vida e desesperança é morte. Esperança é vitória e desistência é derrota.

Em seu romance, Guimarães Rosa (1908–1967) escreveu: ‘Nasci para vencer. (...) Não importando o que aconteça, eu me recuso a ser derrotado’. A chave está em ter a disposição de nunca ser derrotado, de nunca desistir, independentemente das dificuldades enfrentadas. Vamos avançar sempre com a firme convicção de que, como seguidores do Budismo Nichiren, com certeza venceremos no final.



Fonte: Brasil Seikyo, ed. 2.157, 24 nov. 2012, p. B4

TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;