Reunião de palestra é brilhante fonte de inspiração e energia
  • ARTIGOS

Reunião de palestra é brilhante fonte de inspiração e energia

"As reuniões de palestra devem ser prazerosas, encontros agradáveis nos quais possamos levar nossos amigos", cita Josei Toda

O objetivo de compartilhar os ensinamentos de Nichiren Daishonin não consiste simplesmente em aumentar o número de associados, mas permitir que todas as pessoas sejam felizes. Uma vez que a organização crescia, era vital dedicarmos mais atenção a cada integrante. Orientação sincera e incentivos fizeram com que cada um aprofundasse a compreensão sobre o budismo e lhe permitiu desenvolver a fé com coragem e alegria.


A reunião de palestra era a principal atividade onde ocorria esse contato humano. Em particular, tais encontros realizados no nível mais básico da Soka Gakkai — o bloco — seriam idealmente um oásis de interação humana e diálogos sem restrições.


Agora (1961), um bloco é composto em média por cerca de uma dúzia de famílias, proporcionando um ambiente intimista para diálogos. Precisamente porque as reuniões dos blocos eram pequenas, as pessoas se sentiam livres para fazer questionamentos. Essas pequenas atividades eram bastante flexíveis e informais e, na medida do possível, se fazia de tudo para captar as necessidades dos novos afiliados que eventualmente estivessem presentes.


O círculo de felicidade dentro de cada bloco se ampliava e crescia nos participantes a convicção na fé, e foi dessa forma que a sólida base da Soka Gakkai veio a se desenvolver ainda mais.


Um diálogo só precisa de duas pessoas; um encontro de duas pessoas pode perfeitamente ser uma reunião de palestra. Se na atividade comparecer apenas uma pessoa ou outra, recebam-nas de coração aberto e digam: “Ótimo! Isso nos dará a oportunidade de conversar em profundidade”. Em seguida, durante todo o encontro, ouçam suas questões e seus pensamentos.


O presidente Josei Toda disse: “Nas reuniões da Gakkai, mesmo se houver apenas um ou dois presentes, é importante dar atenção a eles e falar-lhes sobre o Budismo de Nichiren Daishonin, e então se envolver num diálogo sincero e inspirador”.


Pelo fato de o presidente Josei Toda compreender perfeitamente a importância das reuniões de palestra, ele deu conselhos detalhados sobre como elas deveriam ser conduzidas. Também foi muito rigoroso a respeito da atitude dos líderes em relação a essas atividades.


Gostaria de compartilhar algumas de suas orientações sobre este tema, que gravei ao longo dos anos:

Convite às pessoas.

Se tem sempre as mesmas pessoas dizendo as mesmas coisas todas as vezes, vocês acabarão obtendo reuniões de palestra monótonas e ultrapassadas, nas quais o espírito de conduzir novas pessoas à prática do Budismo de Nichiren Daishonin foi esquecido. Por favor, lembrem-se da importância de trazer novos convidados para as reuniões de palestra.


Dialogar.

As reuniões de palestra não são eventos nos quais os associados se reúnem para ouvir algum líder importante discursar, mas a principal atividade onde se engajam em diálogos sobre fé de coração a coração. E tudo se inicia a partir de uma sincera interação de vida a vida.


Ao falarem em reuniões de palestra ou nas explanações de estudo, os líderes precisam despertar o espírito da Soka Gakkai no coração das pessoas.


Se a figura central possuir forte fé, a reunião de palestra também conseguirá manifestar os mundos do estado de buda e bodisatva em todos os participantes.


Engajamento.

Sejam brilhantes oradores! Tornem-se excelentes ouvintes! Dependendo de como se comunica a mensagem, as pessoas sentirão prazer em entrar em ação, pois jamais podem ser convocadas por repreensões, pressão ou ordens. Espero que guardem estas instruções no coração e as ponham em prática.


Inesquecível!

As reuniões de palestra devem ser prazerosas, encontros agradáveis nos quais possamos levar nossos amigos. Devem ser brilhantes fontes de inspiração e energia para os novos componentes e também fazer com que os membros que não podem comparecer com frequência às atividades da Gakkai se sintam inspirados e felizes pelo esforço que fizeram para participar. Com o objetivo de criar esse tipo de reunião, os responsáveis pelo planejamento devem conferir cuidadosamente a programação e trazer um conteúdo que melhor se adeque ou espelhe a característica e particularidades da região e da organização local.


Há também outros importantes passos práticos que os líderes podem dar no período que antecede a reunião de palestra. Tomar a iniciativa de ir ao encontro ou entrar em contato com os membros da localidade, demonstrando-lhes cuidado e apoio, contribuirá para uma reunião bem-sucedida e satisfatória.


Fonte:
Brasil Seikyo, ed. 2.336, 20 ago. 2016, p. A3
Brasil Seikyo, ed. 2.337, 27 ago. 2016, p. A3


Sempre devemos mostrar consideração com aqueles que abrem a casa para as atividades da Soka Gakkai. E uma vez que um grande número de pessoas se reúne nessas atividades, devemos ainda ser atenciosos com os vizinhos.


Trabalhar pela paz e pela felicidade da humanidade

Pode-se afirmar que os ensinamentos de toda a vida de Nichiren Daishonin começam e terminam em seu tratado Estabelecer o Ensinamento Correto para a Pacificação da Terra. Esse escrito pulsa com a grande compaixão e fervoroso desejo de Daishonin de concretizar a felicidade das pessoas e uma sociedade pacífica baseada no ensinamento correto do budismo.


Em perfeito acordo com o espírito de “estabelecer o ensinamento correto para a pacificação da terra”, nós, da Soka Gakkai, promovemos o avanço do kosen-rufu ao superarmos cada tempestade de perseguições. Tenho absoluta convicção de que Daishonin está louvando e aplaudindo nossos esforços. Tal como ele afirma nesse tratado: “Se o senhor se importa realmente com a segurança pessoal, deve primeiro orar pela paz e segurança nos quatro quadrantes da terra, não é verdade?”. Se desejamos nossa felicidade pessoal, afirma Daishonin, precisamos primeiro orar pela segurança e prosperidade da sociedade e pela paz mundial. Enquanto guerras e desastres naturais afligirem a Terra, as pessoas não poderão alcançar a felicidade. Não é apenas uma questão de lutar por nossa própria felicidade. A verdadeira felicidade só pode ser alcançada por meio da oração em prol de uma sociedade pacífica e próspera para todos e por meio do trabalho para tornar isso realidade.


Vivendo desta maneira, conseguimos nos libertar da pequena concha do nosso eu menor e alcançar uma existência verdadeiramente genuína e gratificante.


Espero que participem ativamente da sociedade e façam o seu melhor para ajudar os outros e contribuam com a comunidade. Este é o coração do Budismo de Nichiren Daishonin.


Fonte: Brasil Seikyo, ed. 2.336, 20 ago. 2016, p. A3 Brasil Seikyo, ed. 2.337, 27 ago. 2016, p. A3
TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;