Soka Gakkai - um mundo de inspiração e empoderamento
  • ARTIGOS

Soka Gakkai - um mundo de inspiração e empoderamento

Não é só a organização que importa, cultivar verdadeiros seres humanos é primordial

Discurso do presidente Ikeda extraído de um discurso proferido numa convenção da SGI, Tóquio, em 22 de setembro de 1988.


Num de seus escritos, Nichiren Daishonin comenta: “Até mesmo uma semente, ao ser plantada, se multiplica” (WND, v. II, p. 602). Um esforço iniciado por uma única pessoa, mesmo sem ser notado, pode proporcionar resultados impressionantes.


Estou sempre em ação, de todas as maneiras possíveis, em prol do kosen-rufu, com os olhos voltados para o futuro distante, daqui a cem ou duzentos anos. Estamos plantando em todas as esferas da atividade humana sementes que um dia se transformarão em árvores robustas e produzirão flores magníficas. Por essa razão, não há necessidade de se deixar influenciar pelos acontecimentos e pelas circunstâncias presentes, que estão em constante mutação.


Daishonin escreveu: “Assim como plantas e árvores de todos os tipos brotam da terra, os vários ensinamentos do Buda são todos propagados pelas pessoas” (CEND, v. I, p. 63). Interpretando essa passagem no contexto do nosso movimento, percebemos que tudo depende das pessoas, não de posses, nem prédios. Educação, paz e cultura — em última análise, tudo se resume a quantas pessoas que desempenhem papel ativo na promoção desses patrimônios conseguiremos cultivar.


Meu mestre, Josei Toda, sempre frisava que era essencial desenvolver seres humanos capazes. Ele e eu sempre discutíamos o futuro do kosen-rufu e compartilhávamos a opinião de que a Soka Gakkai se tornaria um maravilhoso mundo de inspiração e empoderamento.


O movimento fomentado pela SGI constitui, de fato, um esforço inédito para promover o desenvolvimento e aprimoramento dos seres humanos com base na filosofia e no espírito de suprema compaixão do Budismo de Nichiren Daishonin. Não é só a organização que importa, cultivar verdadeiros seres humanos é primordial.


O progresso da propagação da Lei Mística para o mundo todo depende do nosso êxito em desenvolver indivíduos que assumam a liderança desse esforço. Gostaria de declarar expressamente que cada um de vocês é um nobre pioneiro do nosso movimento.


Devotamo-nos a um empreendimento de escala realmente grandiosa, que se estenderá por mais de 10 mil anos dos Últimos Dias da Lei. É um trabalho monumental para ampliar o caminho da paz e da felicidade para a humanidade, com base no princípio supremo da Lei Mística.


Muitos no mundo atual ainda não têm conhecimento desse sublime ensinamento. Dinheiro algum pode comprá-lo. Trata-se da única e suprema Lei do universo. Somente quando nos fundamentarmos nessa Lei é que poderá ocorrer a verdadeira aurora da humanidade. Não existe trabalho mais esplêndido, não há vida mais significativa.


No curso dessa longa jornada, é natural que nos defrontemos com obstáculos e dificuldades de vez em quando. Se tivermos adversidades a superar, podemos crescer e sentir a alegria contagiante de vencê-las. E se lutarmos com fé e pureza de coração, todas as dificuldades se converterão em fonte de benefício e de boa sorte, e se transformarão num trampolim para a construção de um futuro ainda mais radiante.




Fonte:


Brasil Seikyo, ed. 2338, 3 set. 2016 - Encontro com o Mestre


TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;