Todo momento é uma chance para nova partida
  • ARTIGOS

Todo momento é uma chance para nova partida

Cada um de nós desfrutará o benefício e a boa sorte em proporção exata aos esforços devotados de forma irrestrita

Com base no discurso do presidente Ikeda proferido na cerimônia de formatura do Ginásio e do Colégio Soka.

Quando discursei na Universidade de Xenzhen [China], fui presenteado com uma bela pintura de flores de ameixeira, obra do professor Sui Dongtian, intitulada ‘‘As flores de ameixeira saúdam a primavera’’. Quando encontrei-me com o embaixador Xu, as flores de ameixeira no jardim do edifício do Seikyo Shimbun estavam igualmente em fragrante desabrochar.


Ao passo que os japoneses manifestam especial afeição pelas flores de cerejeira, os chineses sempre amaram as flores de ameixeira. Muitos poemas chineses exaltam as flores de ameixeira. O poeta Lu Yu (1125-1210) da dinastia Sung do Sul — de aproximadamente 800 anos atrás — compôs o seguinte poema:


O pessegueiro e o damasqueiro florescem

Sem impedimentos,

Escolhendo seu tempo certo.

Mas, no final

Nos lugares inóspitos de gelo e neve congelantes

Quem é essa que vem anunciar vigorosamente a chegada da primavera?


Não é outra senão a ameixeira. As flores da ameixeira desabrocham antes de todas as outras, enquanto os ventos frios de inverno ainda sopram. Como uma mensageira da primavera, ela gera suas fragrantes flores com uma vibrante e grandiosa tenacidade, resistindo serenamente mesmo ao frio e à neve. Então, quando a primavera chega e todas as flores começam a desabrochar, a ameixeira, sorrindo para elas, desfolha-se silenciosamente, deixando suas folhas caírem. Mesmo após o seu desabrochar ter cessado, um tênue vestígio de sua fragrância persiste, perfumando o ar.


Eis por que eu também estimo tanto as flores de ameixeira, e por que sinto essa afeição pelo povo da China, um povo que ama a beleza dessas flores tenazes. Sejamos como as flores de ameixeira, flores fragrantes e precursoras, que desabrocham na primavera da paz e da amizade com a aproximação do século 21.


A ação sempre em primeiro lugar

A SGI é uma organização dedicada à promoção do kosen-rufu. É uma organização nobre que surgiu para concretizar a ampla propagação da Lei. Quais, então, são as qualidades requeridas dos líderes de uma organização como essa?


Com relação ao valor, o Sr. Makiguchi sempre baseava-se no campo da ação. O seu lema era “ação sempre em primeiro lugar”. Era impaciente com as abstrações, e acredito que a sua dedicação para a propagação era uma expressão dessa natureza essencial.


O presidente Makiguchi foi acima de tudo uma pessoa de ação. O elemento mais importante da fé é a ação. Cada um de nós desfrutará o benefício e a boa sorte em proporção exata aos esforços devotados de forma irrestrita, com base em nossa própria determinação de nos empenharmos pelo kosen-rufu, pela Lei e pelas outras pessoas.


Uma pessoa de ação permanece jovem e está sempre progredindo. Uma fé abstrata e desprovida de ação somente fará com que se ande em círculos, não levando ao crescimento.


A vida de Daishonin emana do nosso interior

O presidente Toda nos ensinou que uma vez que valorizamos nossas vidas, devemos evidenciar o estado de buda que reside nas profundezas de nosso ser. Ele também nos ensinou que, quando temos fé no Gohonzon, a vida de Nichiren Daishonin que existente em nossas próprias vidas se evidenciará.


Nada poderia ser mais maravilhoso. Temos todas as razões para sustentarmos altivamente um insuperável orgulho arder com uma inigualável esperança.


O budismo de Nichiren Daishonin nos ensina que todas as pessoas que têm fé no Gohonzon, sem exceção, tornam-se nobres entidades dignas de supremo respeito. Esta é a mensagem de uma religião universal que vê toda a humanidade com igualdade.


Dotado com as práticas e virtudes do Buda

O Sr. Toda discutiu o seguinte sobre o ensino "o ato de abraçar o Gohonzon é em si a iluminação".


Ao acreditarmos no Gohonzon, que é a entidade de Nichiren Daishonin são nos concedidas as práticas que Daishonin empreendeu em existências passadas para atingir o estado de buda, como também as virtudes que ele obteve como resultado. Como isso é realmente maravilhoso! Entretanto, acreditar no Gohonzon e protegê-lo não significa simplesmente recebê-lo e possuí-lo passivamamente, mas sim demonstrar o poder da fé e poder da ação.


Além da prática para nós próprios — por exemplo, a recitação do gongyo e do daimoku — é importante agirmos pela felicidade dos outros e pelo kosen-rufu. Somente quando agirmos dessa forma é que poderemos atingir a felicidade absoluta.


Avançando continuamente pelo caminho da felicidade


É importante continuar resolutamente na fé, avançar sempre ao longo do caminho da felicidade. Qual será a nossa condição de vida se fizermos isso?


O Sr. Toda disse: "A felicidade absoluta é um estado em que, não importando as circunstâncias em que uma pessoa possa se encontrar, ela é capaz de sentir uma profunda razão de viver, e a vida em si é uma alegria".


Consequentemente, onde quer que vá, uma pessoa assim está sempre repleta de satisfação. Nunca se prende a argumentos, e mesmo quando fica zangada, é um zangar-se agradável. Como seria maravilhoso atingir essa condição!


Nós praticamos a fé para que a cada dia possamos saborear a alegria de viver, vencer todas as dificuldades com compostura e dignidade, e conduzir uma vida de felicidade, realização e triunfo.


Estou sempre orando para que cada membro da SGI venha a atingir a felicidade absoluta por meio da corajosa perseverança na fé. Este é o meu único desejo.


Vivo somente pela felicidade de meus estimados companheiros. Continuarei a dedicar minha vida para essa causa.


Em especial, espero que todos aqueles que são líderes na organização venham a compreender o meu espírito, e viver orgulhosamente uma existência nobre, dedicada ao labor em prol da felicidade de seus companheiros.


Fonte: Brasil Seikyo, ed. 1.277, 18 jun. 1994, p. 4
TAGS:ARTIGOS

• comentários •

;