Família - O diálogo nutre e harmoniza
  • FAMÍLIA

Família - O diálogo nutre e harmoniza

Revitalizar a família significa tornar cada pessoa feliz

Segundo o budismo, ser feliz é ser forte. Quando cada indivíduo fortalece sua vida espiritual, enriquece seu coração e se dedica a encorajar mais do que cobrar dos demais, uma brisa saudável de esperança e coragem começa a soprar dentro de casa.


O presidente Ikeda afirma que “O lar não é simplesmente o espaço físico que alguém ocupa. É um local de relações humanas” (A Família Criativa, p. 28). O prazer de voltar para casa depois de um dia desgastante de trabalho, por exemplo, é proporcional ao encantamento que cada familiar tem pelo outro.


“O lar é onde o indivíduo se revitaliza; é o solo fértil que provê nutrientes nutrientes para a árvore da vida humana. Sem o amor, a compaixão e a educação que o lar provê, não podemos nos desenvolver como seres humanos. O lar é de fato o centro da sociedade humana” (Ibidem, p. 29).


Sociedade saudável e segura se faz com famílias revitalizadas. É fundamental que o foco esteja no ser humano; a casa deve ser uma mini universidade da criatividade e do encorajamento na qual o intercâmbio de experiências e elogios impulsione cada um a avançar, a achar boas saídas para problemas e a criar novos laços que rompam os muros e revigore a sociedade.


Dentro de casa podemos ser autênticos. E isso muitas vezes revela o lado sombrio das pessoas:


“No lar a pessoa se sente livre para deixar cair suas armaduras e revelar os próprios sentimentos. Consequentemente, em nenhum outro lugar o lado feio e angustiado da natureza humana é tão evidente. É inevitável que, quando as pessoas abandonam suas restrições e permitem seu lado menos atraente aparecer, o resultado seja frequentemente o conflito” (Ibidem, p. 33).


O presidente Ikeda propõe que cada integrante da família se esforce com sinceridade mesmo nas pequenas tarefas. Lapide seu caráter dentro de casa, cultivando a integridade e fazendo pequenas gentilezas aos demais.


Surpreenda as pessoas, elogie-as, faça de cada momento de convivência um ato de aprimoramento, de compaixão. Revitalizar é trazer nova vida para dentro de casa.


O diálogo é a base de tudo isso. Dialogar, ensina o presidente Ikeda, é discutir as questões cotidianas que preocupam os envolvidos incluindo o que é agradável e também o que é doloroso. É preciso conversar com honestidade e sinceridade. Ser amado e compreendido requer que você seja confiável. Conquiste isso falando aberta, franca e respeitosamente sobre as questões que mais importam.


“Um lar deve ser um local onde uma pessoa pode se revitalizar para o dia seguinte. O diálogo ideal é aquele que possibilita a compreensão mútua em todos os tipos de assuntos” (Ibidem, p. 34)


Fonte:


Brasil Seikyo, ed. 2333, 23 jul. 2016, p. C2


TAGS:FAMÍLIA

• comentários •

;