Família - Unidade básica que determina a direção da sociedade
  • FAMÍLIA

Família - Unidade básica que determina a direção da sociedade

Uma célula viva que exerce um papel único e fundamental

Quando pensamos em família somos despertados por sentimentos e vivências diferentes. Não existe um modelo ideal, não existe receita, mas sempre existe um quentinho no coração. Em algum momento todos já se sentiram abrigados por grupo de pessoas.

Família é sinônimo de braços abertos. No livro A Família Criativa, o presidente Ikeda nos lembra: “A família é como um grupo de células que se desenvolve por meio dos esforços de cada um de seus integrantes. Ela é a unidade básica que determina a direção da sociedade. O amor é como o sangue que circula por todo o corpo, mantendo todos os membros juntos”.

É nessa vivência que se encaixa cada tijolo para construir uma família maior, a da sociedade na qual todos convivemos. É dentro de casa que se forma uma nação, por isso, cada família exerce um papel fundamental, podendo influenciar positiva ou negativamente o coletivo.

O presidente Ikeda também descreve a família como sendo um organismo vivo, comprando a sociedade ao corpo humano. Dentro desse esquema cada família é uma célula viva que exerce um papel único e fundamental, cuja a força se encontra-se na individualidade de cada membro.  

Muitos aspectos da vida familiar precisam mudar para entrar de acordo com o tempo, daí é desnecessário se apegar aos formatos. Em resposta à cada época, é preciso criar um novo tipo de família por meio de nossos próprios esforços, onde cada pessoa possa ser prezada e se desenvolver da maneira como ela é.  

É fundamental que essa nova família não subordine o indivíduo. Ela deve ser uma família em que a personalidade de cada integrante possa florescer; uma família que vibre com a individualidade de cada membro.

Sejam pelos laços de sangue ou pelos entrelaços da vida, numa dimensão maior todos somos parte de uma grande família chamada humanidade. E vale a reflexão de como podemos contribuir. Será que estamos criando esse espaço de pleno desenvolvimento em casa? É tempo de abrir os braços, abrir o diálogo sincero e criar dentro de casa a união que faz a força surge como um grande sol para aquecer toda a humanidade.


TAGS:FAMÍLIA

• comentários •

;