Juventude - Tempo de mudanças e crescimento
  • JUVENTUDE

Juventude - Tempo de mudanças e crescimento

Realizem a revolução humana à sua própria maneira

Trechos extraídos de um discurso proferido em Curso de Aprimoramento da SGI-Estados Unidos em Malibu, Califórnia, no dia 26 de fevereiro de 1990.


A juventude é um período repleto de problemas e preocupações. O coração dos jovens oscila constantemente. Vocês se preocupam com o futuro, sua personalidade, relacionamentos, questões sociais e a vida em geral. Ficam confusos e ansiosos. Sentem-se incomodados com a distância entre o ideal e a reali­dade e, às vezes, incorrem em autorrejeição e são consumidos pelo medo e pela insegurança.


A juventude é uma época agitada por um turbilhão emocional e angústias. Essa é a realidade da juventude, independentemente de qual seja o país. De certa forma, é assim que deve ser. Vocês não são os únicos a sofrer dessa maneira e, nesse período de mudanças e crescimento, provavelmente não haja como evitar esses sentimentos.


O importante é não ser impaciente. Não se pode obter paz de espírito e estabilidade social repentinamente. Leva tempo.


Se um avião tentar decolar sem taxiar na pista e ir ganhando velocidade gradativamente, não conseguirá subir. E mesmo que levante voo, se não tiver combustível suficiente e de boa manutenção, não permanecerá no ar por muito tempo. Poderá até cair.


A vida e também a prática budista são como uma maratona. Algumas vezes você pode correr na frente; outras, ficar atrás. O que importa é o momento final, a linha de chegada.


Todo treinamento a que nos submetemos na juventude se destina a essa vitória final e efetiva. Por essa razão, é necessário que estudem com o máximo empenho que puderem agora. Continuem recitando Nam-myoho-renge-kyo e acumulem uma reserva de boa sorte. Avancem continuamente mantendo a postura essencial de pôr a fé em prática na vida, de um modo que só vocês são capazes de fazer.


O sol nasce todos os dias; nunca tira folga. Se fizerem o mesmo, seguindo adiante com perseverança, de acordo com a Lei Mística, o princípio supremo do universo, desfrutarão uma vida maravilhosa de total satisfação e realização, muito além de tudo o que imaginaram. Tenham a certeza de que este é o modo mais acertado e valioso de viver sua juventude.


Somos pioneiros em abraçar esta magnífica filosofia, que a maioria da humanidade ainda desconhece. Portanto, é extremamente importante demonstrar efetivamente como o Budismo de Nichiren Daishonin é maravilhoso, evidenciando provas reais de benefícios em nossa vida. Testemunhar tais provas permitirá que as pessoas verifiquem a grandiosidade e originalidade deste budismo e percebam que é diferente de tudo que já encontraram antes.


Nichiren Daishonin escreveu: “E ainda mais importante que a razão e a prova documental é a prova real” (CEND, v. I, p. 626).


Vocês, certamente, não devem se exceder tentando demonstrar provas. Tudo o que precisam fazer é dar o exemplo, esforçando-se para melhorar e se desenvolver constantemente da maneira mais natural — em sua vida cotidiana, na família, no trabalho, na comunidade e em seu caráter.


Simplesmente, realizem a revolução humana à sua própria maneira. Assim, impressionarão os outros de forma natural com sua vitalidade, esperança, convicção e com sua presença encorajadora. Isso, em si, consolidará a base para compartilhar o Budismo de Nichiren Daishonin com os outros sem que seja necessário dizer nada.


Não é preciso ter pressa no que se refere aos esforços para divulgar o budismo. Julgo que seja melhor ser rigoroso e adotar normas criteriosas para a adesão de novos membros, em vez de simplesmente crescer em número.


Todas as pessoas possuem um fabuloso “novo mundo” — um reino ainda inexplorado — dentro de si chamado mundo do estado de buda. Entretanto, a maior parte da humanidade ainda não tem consciên­cia da existência dele.


Nossa prática budista consiste no esforço de estimular e ativar esse “novo mundo” do estado de buda, que concentra um infinito poder e potencial.


Ao despertarmos para o mundo do estado de buda dentro de nós, nossa vida se enche de ilimitada alegria. Um mundo inteiramente novo também se descortina em nossa vida e na sociedade. Transmitir isso aos outros é nossa missão.




Fonte:


Brasil Seikyo, ed. 2333, 23 jul. 2016 - Encontro com o mestre


TAGS:JUVENTUDE

• comentários •

;