Por um Brasil monarca do mundo!
  • ENTREVISTA

Por um Brasil monarca do mundo!

Em 22 de julho de 2001, o presidente Ikeda escreveu o poema Brasil, Seja Monarca do Mudo! com o desejo de encorajar os membros brasileiros a transformarem a história do Brasil. O texto se tornou um brado de esperança para os companheiros brasileiros, em especial os jovens.

Quinze anos depois, SeikyoPost entrevista o coordenador da Divisão dos Universitários da BSGI, Leandro Anzai, que relembra a mensagem de encorajamento contida no poema e cita que a mudança da realidade parte da convicção de todos nós.


O que há nas entrelinhas do poema Brasil, Seja Monarca do Mundo!?

Com certeza. No poema, Daisaku Ikeda exalta todo o amor pelo Brasil, enaltecendo muitas qualidades e sentimentos do povo brasileiro. Porém, para mim, esse poema também cria um compromisso particular de vencer e me desenvolver continuamente para corresponder a expectativa do Ikeda sensei.


Então, isso intensifica o seu compromisso como ser humano?

Sim. Pelo fato de o budismo nos possibilitar criar coragem e esperança, sinto que preciso me esforçar ainda mais para vencer todas as dificuldades ao mesmo tempo em que manifesto a benevolência e a preocupação com as pessoas ao meu redor.


Qual é o trecho do poema que mais o motiva?

São vários! (risos). Mas, vou citar um:

“Por maior que seja o poder,
por mais forte que seja a violência,
nada poderá dominar
a alma altiva do homem.
Um povo autêntico
pode até ser humilhado,
mas nunca destruído.
Quanto mais escarnecido,
mais forte se levanta.
A história da humanidade
Aguarda perseverante, como aurora que se ergue,
A vitória de um povo
Sobre seus opressores.
Sua gente heroica move a história
E é a força que abrirá o futuro”.

Esse trecho me marca pois é um incentivo para que nunca deixemos de acreditar na nossa capacidade de mudar a realidade social e a da nossa vida. Mesmo com o país mergulhado em diversas questões, e num caos político, a força do povo é que transformará o Brasil.


Leandro acredita no potencial transformador dos universitários

Universitários são questionadores e futuros formadores de opinião. Nesse sentido, como é possível os integrantes da DUni aplicarem na vida a mensagem que o poema transmite, gerando uma mudança social positiva?

Muitas pessoas estão descrentes quanto ao futuro do país. Porém, como o presidente Ikeda diz no poema “Brasil é esperança absoluta”. Como praticantes deste budismo, temos que ser o farol de esperança nesta sociedade caótica. Os integrantes da DUni tem a grande missão de empoderar as pessoas, promover o respeito à vida e levar os ideais humanistas Ikeda para a sociedade, e compartilhar a prática da fé com os amigos. É com essa convicção que podemos levar a nossa mensagem às pessoas e com isso, mudar o rumo da história.

TAGS:ENTREVISTA

• comentários •

;