Sejam grandes vencedoras, sejam felizes
  • MULHER

Sejam grandes vencedoras, sejam felizes

O budismo é um conjunto de princípios que nos habilita vencer na vida

Mensagem enviada para a Reunião de Líderes de Distrito da Divisão Feminina de Jovens (DFJ) de Tóquio, em 9 de fevereiro de 2001.


Presidente Ikeda concede uma importante orientação para as integrantes da DFJ, com o desejo de que elas, sem exceção, se tornem verdadeiramente felizes.


Numa carta para uma discípula [monja leiga de Ueno], Nichiren Daishonin escreve: “Nem a terra pura nem o inferno existem fora de nós, ambos se encontram apenas em nosso coração. Aquele que desperta para isso é chamado de buda, e aquele que ignora é chamado de mortal comum”.


A felicidade e o inferno estão dentro de vocês, do próprio coração e da mente.


Ser celebridade não é uma garantia de felicidade. Popularidade, honras e louvores não significam felicidade verdadeira, tampouco riqueza.


A verdadeira felicidade consiste em acionar a fonte interna de felicidade indestrutível, eterna e absoluta — o Nam-myoho-renge-kyo —, que brilha nas profundezas do ser humano que ainda está em desenvolvimento, empenhando-se, ao mesmo tempo, para aprimorar a própria vida. Essa é a essência do budismo.


O objetivo da nossa fé é vencer na vida. E o budismo é um conjunto de princípios que nos habilita a fazer isso.


Campeãs supremas do mundo

Para triunfarmos gloriosamente, precisamos nos empenhar em nossa vida diária como sempre fazemos, cumprindo nossas responsabilidades cotidianas, e seguir em frente pelo caminho do kosen-rufu com uma energia ainda maior.


Procedendo assim, da nossa vida emanará o infinito brilho da nobreza de espírito. Os incontáveis budas das dez direções e das três existências protegerão todas vocês, que mesmo sem aplausos ou aclamação são emissárias do Buda, fontes de grande inspiração e campeãs supremas do mundo.


Não se deixem levar pelas ilusões. Não poderão se tornar felizes seguindo pessoas que desconhecem os princípios da felicidade genuína. O caminho absolutamente correto para seguir é o Budismo de Nichiren Daishonin, o supremo campeão da humanidade que nos deixou o grande caminho para a felicidade.


Nunca se esqueçam de que o luminoso mundo da eterna vitória está reservado para aqueles que abraçam este ensinamento.


Construir uma identidade forte e feliz

O curso da vida é determinado por aqueles cuja liderança vocês seguem. Irão atrás de políticos calculistas, fúteis enganadores ou conspiradores gananciosos? Não sejam ludibriadas. Sua escolha definitiva é seguir Nichiren Daishonin, a própria entidade do universo.


Não importando quem sejam seu pai, mãe ou filhos, se atingirem o estado de buda, poderão conduzir todos à iluminação também. A essência Soka consiste em construir uma identidade forte e feliz.


Muitos se afligem nutrindo a ilusão de que o casamento equivale à felicidade. Permanecer solteira, de maneira alguma, impossibilitará que desfrutem a felicidade. O importante é que construam um eu inabalável, fundamentado na fé correta. Este é o caminho para a verdadeira felicidade.


Pássaros que não voam perdem a habilidade de voar. Suas asas perdem a utilidade e não conseguem alçar voo no céu da felicidade. Um atleta olímpico que não corre ou não treina não pode vencer. Pessoas preguiçosas, que não se esforçam, não agem, não avançam, acabam sendo perdedoras na vida.


Esforçar-se e progredir por algum propósito ou objetivo — esta é a essência da felicidade. Que seres humanos maravilhosos se tornarão se, na juventude, vocês se empenharem incansavelmente em prol de outras pessoas e do budismo! No processo da realização de sua revolução humana, estabelecerão um estado de vida realmente vasto.


Trilhemos juntos este caminho!

As amigas do mundo todo estão trilhando o caminho da felicidade absoluta com total seriedade — Lei Mística, o grandioso princípio fundamental do universo! Não há outro caminho para a paz no século 21.


Trilhemos juntos este caminho! Posição social, riqueza, situação e histórico familiar não têm a ver com a felicidade. E o pensamento de que seriam felizes se as coisas tivessem ocorrido como desejavam ou se tivessem feito isso ou aquilo definitivamente não é budismo.


Nichiren Daishonin declarou: “O que importa é o coração”. Coração indica fé, e fé é o requisito essencial para a felicidade. O essencial é que se tornem felizes aqui e agora, em sua presente situação e circunstâncias, exatamente como vocês são.


Minhas jovens amigas, sejam pioneiras da vida! Sejam grandes vencedoras e felizes! Não se percam em prazeres e diversões vazias e improdutivas! Assumam seu lugar na liderança da marcha rumo à felicidade fundamental!


Todas as divindades celestiais, assim como os budas e bodisatvas de todo o universo, bailando radiante e alegremente, protegerão a vida pulsante de energia de cada uma, irão cobri-las dos mais altos elogios e guiá-las em sua jornada para a felicidade.


Fonte:
Brasil Seikyo,
ed. 2.323, 14 maio 2016, p. B4
TAGS:MULHER

• comentários •

;