A reação em cadeia da felicidade
  • CONHEÇA O BUDISMO

A reação em cadeia da felicidade

Começa comigo!

Se está sobrando em você energia vital, felicidade, confiança e alegria, é natural que compartilhe com os que estão à sua volta.

Compartilhar não é ser pedante. É ser você mesmo. É muito natural que as pessoas que desejam transformar a própria vida percebam e se abram ao diálogo.


Coragem chama coragem

O presidente Ikeda cita: “O kosen-rufu se inicia pela revolução humana de uma única pessoa decidida. Isso faz outra se levantar e esta também faz uma terceira decidir e se levantar. Coragem chama coragem.”

A coragem citada acima é aquela na qual você determina que será  “única pessoa decidida” a quebrar a tendência negativa de sofrimento e lamentação do seu ambiente e também é a “única pessoa decidida” que se levantará para manifestar o estado de buda em si e em todos.


Expansão começa com “1”

Expandir é crescer, aumentar. O propósito do budismo é você irradiar tanta felicidade a ponto de não caber em si e envolver na sua órbita da transformação todos à sua volta.

“A inviolável regra da expansão é criar uma corrente de decisões firmada por uma pessoa, frente a frente com outra. Por essa razão, a condição necessária para um grande desenvolvimento do kosen-rufu é criar pessoas movidas pelo juramento”, diz o presidente Ikeda.


Portanto...

Isso significa que shakubuku é você ficar frente a frente com uma pessoa e, num diálogo corajoso, criativo e sincero, compartilhar a enorme alegria que sente por praticar o budismo e ter o mesmo juramento do presidente Ikeda. Ele, ao falar sobre como levou o Distrito Kamata, no Japão, a 201 shakubuku num mês, diz que o segredo é, sempre, estar frente a frente e incentivar uma pessoa; depois outra; depois outra. Vitórias no mundo do budismo não se conquistam somente em reuniões.


Postura correta

Essa é a postura: garanta que a vitória acontecerá e comece você uma séria e confiante recitação do Nam-myoho-renge-kyo que te entusiasme ao máximo. Aí, vá até as pessoas, uma a uma, e as incentive a te acompanhar nessa batalha pela transformação interna. Tenha certeza: muitos o aguardam com expectativa.


Força propulsora

Jamais há resultado de shakubuku numa organização centralizada em reuniões e burocracias. kosen-rufu acontece quando cada pessoa é uma força propulsora e criativa que se move até as outras pessoas, anda com elas, enfrenta as dificuldades reais e transmite, um a um, a felicidade e o senso de missão.

O Mestre esclarece: “Praticar o shakubuku significa viver inspirado pela consciência de que sou responsável pelo bem-estar dos meus semelhantes. Sou um bodisatva da terra!”.


O que é prioridade?

Shakubuku não é algo para ser feito “depois que a vida melhorar”. O raciocínio budista é o inverso. Aqui e agora é o momento e o local exato para praticar o shakubuku. “A alegria de fazer shakubuku é a felicidade a ser propagada. Não é aquela alegria que você sente porque conquistou objetivos pessoais. E sim a felicidade que sentimos por compartilhar da mesma missão do buda", finaliza o Dr. Ikeda.



Fonte: Brasil Seikyo, ed. 2.175, 13, abr. 2013, p. A4

TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;