Nam-myoho-renge-kyo, a essência da prática budista
  • CONHEÇA O BUDISMO

Nam-myoho-renge-kyo, a essência da prática budista

Um associado da SGI pratica o budismo recitando o Nam-myoho-renge-kyo e o gongyo diante do Gohonzon, o objeto de devoção consagrado no altar budista de sua residência.

Recita-se Nam-myoho-renge-kyo com vigor, decidido a transformar o destino e a conduzir todos ao redor à felicidade. O Nam-myoho-renge-kyo é o ensinamento fundamental do budismo; é a essência da vida; é a Lei da vida e expressão de sua verdade máxima.

Nam deriva do sânscrito e significa “devotar”, ou a relação perfeita da vida do ser humano com a verdade eterna; ou seja, dedicar a própria vida ou relacionar-se com a verdade eterna da vida. Também significa acumular infinita energia por meio da recitação do nam-myoho-renge-kyo e agir de forma positiva para aliviar o sofrimento dos outros.

Myoho, literalmente, significa Lei Mística. Myo significa “místico” e não tem nada a ver com milagre. É assim chamado porque o mistério da vida é de inimaginável profundidade e, portanto, está além da compreensão das pessoas. Ho significa “lei”. A intrínseca natureza da vida é tão mística e profunda que transcende o âmbito do conhecimento humano. Por exemplo: o ser humano nasce, cresce e torna-se um jovem, depois um idoso e, por fim, morre. Isso é, naturalmente, uma lei indestrutível que regula cada forma de vida.

Renge é a lei de causa e efeito. O budismo vê essa lei em todos os fenômenos do Universo e a simboliza pela flor de lótus (rengue, em japonês), que produz a semente (causa) e a flor (efeito) simultaneamente.

Kyo significa a função e a influência da vida, como também a transformação do destino, simbolizando a continuidade da vida através do passado, presente e futuro.

Assim, o Nam-myoho-renge-kyo abrange todas as leis, todas as matérias e todas as formas de vida existentes no universo. Se o expandirmos é idêntico à vida do Universo, e se o condensarmos é igual a vida dos seres humanos.

Mesmo que se encontre na escuridão dos sofrimentos, a pessoa que recita o nam-myoho-renge-kyo muda plenamente essa condição para a máxima felicidade. Nichiren Daishonin declarou que este mundo é o local para desfrutar a felicidade e seu budismo ensina que recitando o nam-myoho-renge-kyo pode-se alcançar a felicidade e expandi-la para a sociedade.

O Nam-myoho-renge-kyo também é conhecido como Daimoku. Portanto, quando se diz “recitar Daimoku”, significa recitar o Nam-myoho-renge-kyo.


No video abaixo você pode conferir a maneira de se recitar o Daimoku. Que tal experimentar?

TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;