Não há buda egoísta
  • CONHEÇA O BUDISMO

Não há buda egoísta

O presidente Ikeda cita: “Não existem bodisatvas que evitem o mundo real repleto de pessoas sofridas e angustiadas e se contentam apenas com a busca da própria iluminação num retiro de tranquilidade.

Também não existem bodisatvas que fujam da realidade social maculada como um pântano lamacento e busquem a utopia em algum lugar distante.

Bodisatvas são aqueles que, em meio à realidade deste mundo turbulento e atormentado, atuam obstinadamente para o povo e junto ao povo para iluminar a vida de cada pessoa e extinguir a escuridão do caos e da desordem”.

Cada membro da SGI incorpora a função de bodisatva da terra, uma entidade universal que faz seu comportamento diário expressar a totalidade do budismo.


O bodisatva da terra é o único com força de ânimo e resistência para vencer as perseguições. Ele é versado em propagar a Lei Mística usando seu corpo e sua mente e ninguém consegue detê-lo. Ele é totalmente apto a transformar seu carma em missão.


Ele experimenta a fragrância da felicidade ao recitar o Nam-myoho-renge-kyo. Nada é mais saboroso que receber a missão mais difícil de todas (o kosen-rufu) e ter a certeza que conseguirá cumpri-la! Por isso, o coração de um bodisatva é uma fortaleza da coragem, um oásis de esperança e uma correnteza de compaixão.

O Sutra do Lótus descreve a missão dele:

Assim como a luz do sol e da lua

Consegue banir toda

Escuridão e melancolia,

Ao atuar no mundo, esta pessoa

Consegue dissipar

As trevas da humanidade.


Você, membro da SGI e discípulo direto do presidente Ikeda, é um bodisatva da terra! Portanto, tem a missão honrosa de agir na sua realidade e banir a escuridão e a melancolia do seu coração e dos outros.


Sua mente e seu corpo. Sua família, rua, bairro; trabalho, amigos, estudo. Um bodisatva sente prazer imensurável em viver sua realidade. É nela que ele prova o poder transformador do budismo. Ele se empenha por inteiro em cada coisa; não há medo, nem desperdício: tudo é realizado com esmero e seriedade.

Portanto, não dá tempo de reclamar: ele concentra todas as suas forças na sua revolução humana que pode ser definida como “um processo de íntima transformação”.

O oposto do bodisatva da terra é o ser apático, insensível, corrupto e mesquinho. O egoísta usa o mundo para satisfazer os interesses da escuridão fundamental. O egoísta busca a iluminação num retiro de tranquilidade. Ele dá desculpas, foge da realidade e vive apenas para satisfazer a própria ansiedade que mais parece um poço insaciável de desejos.


Agora. Não há lógica em esperar a situação melhorar para iniciar a batalha da revolução humana. Porque revolução humana é você encarar, um a um, seus desafios reais e transformá-los enquanto inspira os outros a fazerem o mesmo: “Agora é o momento de uma nova partida. Estamos diante de um novo desafio. O espírito da Soka Gakkai é levantar-se só, junto com o mestre - ‘tudo começa comigo e tudo começa a partir de agora’”, diz o presidente Ikeda.


“A propriedade característica do bodisatva da terra é seu juramento seigan, que consiste na ampla propagação da Lei Mística. Por isso, é fundamental a oração aliada ao juramento pelo kosen-rufu, determinado e disposto sinceramente a tornar todas as pessoas ao redor felizes.

“Cada um possui as mais variadas questões, angústias e preocupações. Para solucioná-las, torna-se essencial a determinação de que tudo é pelo kosen-rufu. Se estiver sendo atormentado pela doença, jure sinceramente a si mesmo: ‘Por meio da cura dessa doença, vou comprovar sem falta que este budismo é verdadeiro. Por favor, conceda-me uma grandiosa energia vital para eu atuar com total liberdade e energia em prol do kosen-rufu!’ Esse espírito e esse juramento se transformam na grande força para a superação de tudo .... Acontece aí a revolução do seu estado de vida e você faz a dramática transformação do seu destino”, finaliza o presidente Ikeda.



Fonte: Brasil Seikyo, ed. 2.166, 2 fev. 2013, p. A4

TAGS:CONHEÇA O BUDISMO

• comentários •

;