Prepare-se para a paz
  • ARTIGOS

Prepare-se para a paz

O texto abaixo, de autoria de Dr. Daisaku Ikeda, faz parte da série "Sabedoria para Criar a Felicidade e a Paz" publicado no jornal Brasil Seikyo. É uma coletânea orientações e discursos relacionados aos temas "Felicidade", "Revolução Humana" e "Paz Mundial".

A paz precisa prevalecer sem falta. É necessário tornar princípios comuns da humanidade as convicções: “nunca promoverei a guerra” e também “impedirei que a façam”.

Existe um provérbio em latim que diz: “Se deseja a paz, prepare-se para a guerra” (Si vis pacem, para bellum). Contudo, contesto veementemente isso. O correto é: “Se deseja a paz, prepare-se para a paz”. E o que significa “prepare-se para a paz”? Significa reunir a voz das pessoas do povo que desejam a paz. A voz dos jovens movidos por uma grandiosa paixão, em especial, é a verdadeira força.

Nichiren Daishonin afirma: “As rodas que esses sábios reis possuem quando surgem no mundo, seus 'tesouros da roda', são as palavras e sons que nós mesmos proferimos” (GZ, p. 733). A “voz” são os “tesouros da roda”. Utilizando essa “arma da não violência”, “arma da cultura”, devemos fazer deste século 21 o “século da paz” e o “século da dignidade da vida”. 

Quem destrói a paz são os seres humanos, mas são eles também que a constroem. A chave para a solução de tudo está totalmente nas mãos dos seres humanos. Por isso, nós escolhemos lutar contra “a natureza do mal inerente” à vida do ser humano e trilhar o caminho que desenvolve a vida do mais supremo bem denominada Buda. Isso porque este caminho da revolução humana é justamente o caminho para a paz.

A paz não se encontra em algum lugar distante e inatingível. No local em que se está agora, encontrar com os amigos e perseverar no diálogo imbuído de sinceridade; não medir esforços para prezar cada pessoa — é dessa maneira que surge a nascente da grande correnteza da paz. Em especial, o “diálogo de vida a vida” promovido pelas sábias mulheres é, sem dúvida, a maior e mais decisiva força motriz para isso.

Daishonin declarou: “Os vários sofrimentos pelos quais qualquer ser vivo passa, todos são os próprios sofrimentos de Nichiren” (GZ, p. 758). Que grandiosa compaixão! Budismo nada mais é que a lei da mais suprema “benevolência”. Por meio da oração ao Gohonzon e da dedicação em prol do kosen-rufu imbuídos de coragem é possível evidenciar a condição de vida de profunda consideração pelo outro.

Jamais devem construir a própria felicidade sobre a infelicidade de alguém. Avancem pelo caminho da juventude no qual tanto vocês próprios como os demais ao redor resplandecem de alegria.


Oh, você, jovem que possui a filosofia da dignidade da vida! 

Estenda a luz do incentivo e da esperança a todos os amigos que sofrem em meio a suas angústias! 

Faça com que este planeta brilhe como uma estrela da paz por meio da amizade de vocês!

TAGS:ARTIGOS,PAZ

• comentários •

;