O inverno sempre se transforma em primavera
  • MULHER

O inverno sempre se transforma em primavera

O budismo nos faz alcançar nossa própria primavera da felicidade

Com base no discurso do presidente da SGI, Daisaku Ikeda, proferido na 28ª Reunião Nacional de Líderes realizada em 29 de abril de 1990 no Ginásio Central da Universidade Soka em Hachioji, Tóquio.


Nichiren Daishonin declara: “O inverno nunca falha em se tornar primavera”. Aqueles que acreditam no Sutra do Lótus parecem estar mergulhados no inverno, diz ele, mas o inverno certamente os conduzirá ao caminho da primavera.


Essas palavras de Daishonin possibilitam a inúmeros indivíduos encontrarem seu caminho a seguir em direção à primavera do renascimento — a primavera da vida. Elas são uma de nossas eternas diretrizes, e sua mensagem, sem dúvida, continuará a transmitir infinita esperança a bilhões de pessoas em todo o mundo, que estão em busca da verdadeira felicidade. Vamos então considerar a infinita compaixão de Daishonin expressa nessas palavras.


Essa frase é parte de uma carta de incentivo enviada à monja leiga Myoichi. Seu marido fora uma pessoa de forte fé. Enquanto Daishonin estava exilado em Sado, o marido de Myoichi faleceu, porém esteve firme em sua fé até os momentos finais de sua vida. Ele deixou a esposa, frágil e de certa idade, um filho doente e uma filha.


Daishonin estava plenamente ciente da situação da monja leiga. Em sua carta, ele imagina quão seu marido devia estar angustiado por tê-la deixado sozinha com os filhos.


Imensa compaixão

Nichiren Daishonin sabia absolutamente de tudo, principalmente o que se passava na mente de seus discípulos.

As palavras do Buda “O inverno nunca falha em se tornar primavera” foram escritas em referência às circunstâncias como as que são descritas. Ele diz a ela: “Seu marido faleceu no ‘inverno’, mas a ‘primavera’ acabou de chegar. O inverno nunca falha em se tornar primavera. Viva sua vida com a máxima plenitude. Aqueles que permanecem verdadeiros às suas convicções certamente manifestarão o estado de buda. Você jamais deixará de ser feliz. Seu marido com certeza está observando você e sua família”.


Além disso, com profunda preocupação e compaixão, Daishonin garante a Myoichi que ele está pronto para cuidar dos filhos dela se necessário. Esse ilimitado carinho e o calor humano são o sangue que percorre as veias do Budismo de Nichiren Daishonin de grande benevolência. Não há sequer um pequeno indício de autoritarismo. Que maravilhoso!


As palavras “O inverno nunca falha em se tornar primavera” também podem ser lidas como a expressão da própria convicção e a prova real de Daishonin que experimentou uma primavera da vitória após resistir à mais severa circunstância durante o exílio na ilha de Sado.


Viver com máxima plenitude

A monja leiga Myoichi ficou profundamente tocada pela mensagem de Daishonin na qual ele clama a seus discípulos a observar a sua vitória de “O inverno nunca falha em se tornar primavera” e a adotar essa mesma postura na vida.


Nós também devemos alcançar nossa própria “primavera da felicidade” — não somente para nós mesmos, mas para o bem de todos os membros que vêm lutando ao nosso lado por vários anos. É importante que sejamos um exemplo para que aqueles que vierem logo após possam nos observar, alegrar-se e dizer: “Que maravilhoso! Aqueles que continuam a praticar o Budismo de Nichiren Daishonin se tornam pessoas excepcionais e conquistam a felicidade!”


Fonte:
Brasil Seikyo, ed. 2.247, 11 out. 2014, p. B3
TAGS:MULHER

• comentários •

;